Primeira Liga e Carioca só valeram para reforçar o caixa no Flamengo

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Thomas Santos/AGIF

    Guerrero defende o Flamengo na Primeira Liga: decepção em campo com eliminações

    Guerrero defende o Flamengo na Primeira Liga: decepção em campo com eliminações

O Flamengo foi eliminado da Primeira Liga e do Campeonato Carioca. Além de frustrar os torcedores, o time chega pautado pela desconfiança ao Campeonato Brasileiro. O desempenho técnico deixou a desejar e as competições serviram apenas para reforçar os cofres.

Sem contar com Maracanã e Engenhão por conta dos Jogos Olímpicos Rio-2016, o Rubro-negro vendeu partidas para outras praças e lucrou R$ 4,75 milhões em bilheteria, somando também os amistosos da pré-temporada.

Muricy Ramalho e jogadores costumam criticar as longas viagens. O desempenho aquém do esperado incomoda, mas a venda de mandos é o alívio financeiro em um ano no qual o time não tem casa para atuar.

Com Volta Redonda e Brasília escolhidas como sedes no Brasileirão, o clube espera atingir a meta estipulada no orçamento mesmo em "modo itinerante".

"Estudamos todos os jogos que serão vendidos. É cedo para fazer previsões, mas o orçamento aponta R$ 33 milhões em bilheteria", explicou o vice de finanças, Cláudio Pracownik.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos