Juventus admite "revender" Morata ao Real Madrid e nega negociação por Isco

Do UOL, em São Paulo

  • Olivier Morin/AFP Photo

    Vendido pelo Real à Juventus em 2014, Morata pode agora retornar ao clube espanhol

    Vendido pelo Real à Juventus em 2014, Morata pode agora retornar ao clube espanhol

O diretor esportivo da Juventus, Giuseppe Marotta, admitiu durante a premiação esportiva "Varese Sport", na última segunda-feira, que o clube vai se reunir com o Real Madrid para negociar a venda do atacante Álvaro Morata. A conversa acontecerá depois da final da Liga dos Campeões, em 28 de maio, em que o Real enfrentará o Atlético de Madri.

Morata foi revelado no próprio Real Madrid e vendido à Juventus em 2014 por 20 milhões de euros (cerca de R$ 80 milhões). Porém, conforme já publicou o site "Football Leaks", há no contrato uma cláusula de recompra, segundo a qual o time espanhol pode pagar um montante entre 20 e 30 milhões de euros (R$ 120 milhões) para ter o atleta de volta, válida até 2017.

Marotta, entretanto, negou que o clube italiano tenha a intenção de incluir o meia Isco na negociação, conforme especulado na imprensa europeia. A única conversa com o Real deverá ser por Morata, que, segundo o dirigente, tem "50% de chance" de ficar na Juventus.

Atualmente, além de Morata, a Juve conta com Mandzukic, Dybala e Zaza para o ataque. Segundo Marotta, o clube irá ao mercado para se reforçar caso perca o atacante espanhol. Já o Real Madrid busca uma opção ofensiva para Benzema, único centroavante do elenco principal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos