Facão à vista? Quem está mais ameaçado no Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Edinho é um dos jogadores que terá situação no elenco do Grêmio avaliada pelo futebol

    Edinho é um dos jogadores que terá situação no elenco do Grêmio avaliada pelo futebol

O Grêmio está mudando. No fim da tarde desta segunda-feira (9), o departamento de futebol para a sequência do ano foi oficializado. Alberto Guerra é o vice. Por ele e sua equipe passará uma nova avaliação do grupo de jogadores, que começa logo nesta terça. 

A ideia, primeiro, não é sair cortando atletas desesperadamente. Segundo o presidente Romildo Bolzan Júnior, o Grêmio irá adotar a postura de comprador. Irá agregar qualidade ao elenco já que as competições do primeiro semestre acabaram em fracassos. 
 
"Já saíram 12 jogadores. Tem outros que encerram o contrato nos próximos meses. É uma situação de adequação de plantel. Vamos chegar ao que queremos. Temos que fazer uma média, como fizemos no ano passado. Passamos o teto financeiro no primeiro semestre. Mas os negócios, às vezes, não acontecem quando queremos. O planejamento conta com chegadas, e não falta muito para que esta equação esteja completa", disse Romildo não descartando saídas.
 
Mas jogadores que não foram aproveitados da melhor maneira ou mesmo não renderam o esperado estão na mira do novo comando. Jogadores que não contribuíram como poderiam e ainda terão situações avaliadas. 
 
Na lista dos jogadores que terão situação analisada friamente estão: Edinho, Marcelo Oliveira, Werley, Bressan e Henrique Almeida. Todos passarão pela análise do novo departamento de futebol. 
 
Oliveira, por exemplo, foi titular do time mas não mostrou o melhor rendimento. Edinho é primeiro reserva na marcação do meio, Werley não jogou uma partida oficial sequer, Bressan falhou na hora decisiva na Libertadores e Henrique Almeida foi contratado há pouco mas não conseguiu jogar e perdeu espaço para Bobô. 
 
Outro cujo nome será analisado de forma criteriosa é Wallace Oliveira. O lateral direito perdeu espaço para Ramiro, que é volante e atua improvisado. Emprestado pelo Chelsea, ele poderá até ser devolvido. 
 
O chamado 'time de transição' também tem futuro incerto. O elenco 'B' formado por atletas que retornam de empréstimo ou que estouraram idade das categorias de base pode ter seu fim decretado a partir da mudança de gestão. Até porque praticamente nenhum dos atletas que fez parte deste elenco subiram ao principal.

Vendas também podem acontecer

Enquanto isso, o departamento de futebol se prepara para uma nova onda de pressão europeia para venda das principais promessas do elenco. Luan e Walace são alvos de grandes clubes do Velho Continente e apenas uma oferta 'irrecusável' poderá dobrar os diretores gaúchos. 
 
"Se tiver proposta, vamos avaliar. Tem jogadores, hoje, que são indisponíveis para o mercado. Outros que podem receber ofertas. Mas não adianta. Se não tiver vantagem ao clube, se não for algo que resolva qualquer problema financeiro, não serve. Não vamos vender por vender. Se não for o caso, vamos ficar com o jogador aqui porque esta relação custo-benefício nos interessa", explicou o presidente gremista. 
 
Sob protesto da torcida, o elenco se reapresentou na segunda-feira. O próximo jogo será domingo, às 16h (horário de Brasília) contra o Corinthians, pela primeira rodada do Brasileirão, em São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos