Gilmar lamenta Neymar fora da Copa América: "É mais complicado ganhar"

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON

    Gilmar Rinaldi lamentou ausência de Neymar na Copa América Centenario

    Gilmar Rinaldi lamentou ausência de Neymar na Copa América Centenario

Após uma longa e desgastante temporada, o atacante Neymar não poderá atuar na Copa América Centenario e nos Jogos Olímpicos pela seleção brasileira. A decisão, tomada em conjunto entre Barcelona, CBF e atleta, visa garantir a integridade física de Neymar.

Em entrevista à Rádio Barcelona, o coordenador técnico da seleção brasileira, Gilmar Rinaldi, disse que a decisão final sobre liberar o atacante apenas para os Jogos Olímpicos, e não para as duas competições, aconteceu após uma conversa com Luis Enrique e o técnico Dunga.

"É compreensível. Fomos a Barcelona e conversamos com Luis Enrique, porque sabíamos que era um tema muito difícil. Temos que respeitar e fazer o melhor para os jogadores. Tínhamos muita vontade que ele fosse com a gente, mas os argumentos do Luis eram muito fortes e o entendemos", explicou Rinaldi.

#DeOlhoNaMedalha: Neymar não será único trunfo do Brasil por ouro inédito na Olimpíada

  •  

Ainda segundo o coordenador, Neymar teria um período de 21 dias de descanso caso atuasse nas duas competições, algo considerado inadequado pelo clube catalão. Por isso, Neymar estará disponível apenas para o elenco que será convocado para os Jogos Olímpicos. Na visão de Rinaldi, isso dificultará o trabalho do Brasil na Copa América Centenario.

"Sem Neymar é mais complicado ganhar a Copa América porque é um grande jogador e toda equipe quer seus melhores jogadores. Mas concluímos que era melhor ele ter seu período de descanso, de férias, para que possa jogar as Olimpíadas. Temos muitos jogadores bons, e essa é uma oportunidade para eles", concluiu Rinaldi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos