Médico diz que camaronês morto em campo tinha "graves problemas cardíacos"

Do UOL, em São Paulo

  • STRINGER/AFP

    Patrick Ekeng sofreu um ataque cardíaco em partida na Romênia

    Patrick Ekeng sofreu um ataque cardíaco em partida na Romênia

O médico legista que examinou o corpo do jogador Patrick Ekeng, que morreu no último dia 6, após sobre um ataque cardíaco durante partida do Dínamo Bucarest, na Romênia, informou que o atleta tinha diversas doenças cardíacas.

Segundo médico falou à imprensa romena, Patrick sofria de hipertrofia cardíaca, que é quando o coração é muito volumoso,

"A hipertrofia foi causada por uma hipertrofia no ventrículo esquerdo. Além disto, ele também possuía muitas anomalias coronárias. "Ele tinha problemas cardíacos sérios", declamou o médico Abdo Salem, responsável pela autópsia, à Agerpres, da Romênia. 

O jogador havia passado por exames médicos em janeiro de 2016, em um Instituto Nacional de Medicina Esportiva, na Romênia, que não mostraram anormalidades. "Todos os exames estava normais e mostravam que o jogador poderia fazer atividades físicas e praticar esportes de alto rendimento", completou.

O resultado oficial da autópsia de Patrick sairá até a próxima semana. 
 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos