Pela 1ª vez na história, Fifa terá mulher como secretária-geral da entidade

Do UOL, em São Paulo

  • Fifa

    Fatma Samoura tem 54 anos e ocupará função que já foi de Jerome Walcke

    Fatma Samoura tem 54 anos e ocupará função que já foi de Jerome Walcke

A Fifa terá pela primeira vez em sua história uma mulher ocupando o cargo de secretário-geral. A senegalesa Fatma Samba Diouf Samoura foi nomeada pelo Conselho da Fifa para a função.

Fatma, de 54 anos, trabalhou por duas décadas em programas da ONU na África.

"Hoje é um dia maravilhoso para mim. Terei a honra de assumir o papel de secretária-geral da Fifa", disse Fatma Samoura.

A nomeação da dirigente senegalesa faz parte do processo de "limpeza" da Fifa, anunciada por Gianni Infantino.

"Nós temos que levar a sério quando dissemos que iriamos apoiar a diversidade e acreditamos na igualdade entre os sexos", falou o mandatário da Fifa.

O cargo de secretário-geral tem extrema importância à Fifa. O trabalho que Fatma terá pela frente mistura atividades operacionais e financeiras. Ela analisará a viabilidade de eventos grandiosos organizados pela Fifa, além de discutir valores envolvidos nas competições (contratos, patrocínios).

O ex-secretário da entidade, Jerome Walcke era o funcionário mais requisitado pelo então presidente Joseph Blatter. Uma espécie de braço-direito de Blatter e número 2 no grau de importância da entidade. 

Walcke, por exemplo, foi encarregado de cuidar da preparação do Brasil para a Copa do Mundo. Envolvido em escândalos de suborno, Walcke perdeu o cargo em janeiro, sendo afastado do futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos