Damião deixa Betis após passar em branco; Santos aguarda volta de atacante

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação / Betis

    Damião disputou três partidas pelo clube espanhol, uma como titular

    Damião disputou três partidas pelo clube espanhol, uma como titular

O atacante Leandro Damião anunciou nesta segunda-feira (16) que deixará o Betis neste fim de semestre. O atleta está emprestado ao clube espanhol, que não renovará o vínculo.

O Santos, em nota, deixou claro que o jogador pode voltar ao clube. "Ele mantém vínculo empregatício com o Santos FC em vigor e foi emprestado ao Real Betis, da Espanha, em decorrência de acordo trabalhista assinado perante o Ministro do TST, em 29 de janeiro de 2016, onde foi autorizado a permanecer pelo prazo de pelo menos 18 meses. Se o empréstimo for encerrado, deverá retornar ao Santos FC ou ser emprestado novamente a outra equipe, conforme o interesse do atleta e do clube", diz a equipe paulista.

A passagem de Damião pelo Betis foi decepcionante.

Ele não fez nenhum gol e em diversos jogos seque foi relacionado para o banco de reservas.

Leandro Damião assinou com o Betis em fevereiro. No período em que defendeu a equipe, ele atuou apenas três vezes, uma delas como titular.

"Depois da última rodada do Campeonato Espanhol e com o objetivo cumprido de manter o time na elite, eu gostaria de informar que decidimos dar um novo caminho para minha carreira, de forma separada ao Real Betis"

"Queria agradecer especialmente aos torcedores, que, apesar das poucas oportunidades, sempre demonstrou seu apoio, com demonstrações de carinho. Aqui deixarei companheiros, amigos, empregados do clube".

"Foi um orgulho defender essa camisa e fazer parte deste clube".

Conforme ficou acordado entre Santos e Damião na Justiça, o clube paulista se comprometeu a pagar o valor de R$ 4,5 milhões, referentes a verbas trabalhistas (salários e direito de imagem) em atraso com o atleta, divididas em 40 parcelas de R$ 112,5 mil, considerando o primeiro pagamento já a partir do próximo mês de março.

No entanto, o prejuízo do Santos na transação envolvendo o atacante Leandro Damião pode ser maior do que a atual diretoria do clube esperava. Isso porque a Justiça de São Paulo condenou o clube paulista a pagar R$ 74 milhões ao grupo de investidor maltês, a Doyen Sports.O montante é referente ao empréstimo dos investidores, que desembolsaram 13 milhões de euros para tirar o centroavante do Internacional e colocá-lo no Santos em dezembro de 2013.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos