Vasco tem contrato com fornecedora até 2017, mas já discute substituição

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação

    A Umbro voltou ao Vasco em 2014, mas tem renovação improvável de contrato

    A Umbro voltou ao Vasco em 2014, mas tem renovação improvável de contrato

Com resultados positivos e diante de uma temporada tranquila até o momento, o Vasco já negocia contratos de patrocínios para os próximos anos. Uma das conversas engloba a substituição da fornecedora de material esportivo, algo que caminha bem entre os dirigentes.

A inglesa Umbro possui contrato com o Cruzmaltino até o final de 2017, mas o vínculo não será renovado. O compromisso está avaliado em R$ 56 milhões por três anos e meio, o que contempla valores em dinheiro, material, royalties e premiações.

Além de problemas com distribuição, o Vasco vem sendo cortejado por pelo menos duas empresas que desejam ligar o nome ao atual bicampeão estadual.

Uma delas é a Adidas, cujos executivos se reuniram em algumas oportunidades com o departamento de marketing cruzmaltino. A substituição é dada como certa nos corredores de São Januário. Resta saber se pela empresa alemã ou por uma estreante no mercado nacional.

A gestão atual do presidente Eurico Miranda não tem por hábito quebrar contratos. A ideia inicial é a de cumprir a parceria com a Umbro até o encerramento, mas não está descartada a troca se a nova parceira do Vasco arcar com os possíveis prejuízos financeiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos