Argentino pode desfalcar Cruzeiro por até 12 jogos após agressão

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Volante Lucas Romero, em treinamento do Cruzeiro na Toca da Raposa

    Volante Lucas Romero, em treinamento do Cruzeiro na Toca da Raposa

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ofereceu uma denúncia contra Lucas Romero devido ao lance que acarretou na expulsão do volante na estreia do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, diante do Coritiba. Por conta do caso, ele pode ser suspenso por até 12 partidas.

O argentino pisou nas costas de César González, meio-campista do time paranaense, e foi punido com o cartão vermelho pelo árbitro Jean Pierre Goncalves Lima. O lance foi o suficiente para o procurador-geral do STJD Paulo Schmitt oferecer a denúncia contra o jogador.

O atleta foi enquadrado no artigo 254-A (prática de agressão física durante a partida) e a pena varia entre quatro e 12 jogos de suspensão.  O trecho da lei do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) fala em agressão "praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de 30 a 180 dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este código".

O jogador já cumprirá suspensão automática na partida deste sábado (21), às 21h (de Brasília), contra o Figueirense, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Além dele, o lateral direito Lucas também não estará à disposição de Paulo Bento, técnico estreante.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos