Barça apela à Justiça contra proibição de bandeira da Catalunha em final

Do UOL, em São Paulo

  • Emilio Morenatti/AP

    Bandeiras da Catalunha foram proibidas na final da Copa do Rei contra o Sevilla

    Bandeiras da Catalunha foram proibidas na final da Copa do Rei contra o Sevilla

O Barcelona decidiu apelar à Côrte de Madri contra a proibição das bandeiras da Catalunha na final da Copa do Rei contra o Sevilla, no próximo domingo (22), no estádio Vicente Calderón. A decisão havia sido anunciada pela Delegação de Governo e apoiada pelo presidente da liga de clubes da Espanha, Javier Tebas.

Segundo o Barcelona, que tratou do tema em comunicado, a proibição de exibição das bandeiras catalãs fere o direito fundamental da liberdade de expressão. Já de acordo com Tebas, as "Esteladas", como são chamadas as bandeiras da Catalunha, são símbolos de "destruição da Espanha" e não devem ser permitidas.

Após o anúncio da medida, alguns torcedores e partidos políticos catalães que defendem a independência da Catalunha frente à Coroa levantaram a possibilidade do Barcelona boicotar a final da Copa do Rei.  O porta-voz do clube, Josep Vives, no entanto, rechaçou o boicote.

"De maneira alguma consideramos não jogar. A melhor maneira de defender os direitos, os valores, a dignidade e a liberdade deste clube é jogando futebol por nosso povo e lutar pela vitória e o doblete dando espetáculo", afirmou o portav-voz do Barça, referindo-se ao objetivo da conquista do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos