O que a Escócia tem a ver com a final Barça x Sevilla na Copa do Rei

Do UOL, em São Paulo

  • Albert Gea/Reuters

    Torcida do Barça já usou bandeiras da Escócia em protestos, como nesse jogo de 2014

    Torcida do Barça já usou bandeiras da Escócia em protestos, como nesse jogo de 2014

A decisão da Corte de Madri de proibir bandeiras da Catalunha no estádio Vicente Calderón durante a final da Copa do Rei entre Barcelona e Sevilla, neste domingo (22), será "contra-atacada" por associações separatistas catalãs. Elas usarão bandeiras da Escócia como protesto.

Segundo o jornal espanhol AS, as organizações Assemblea.cat, Òmnium Cultural, Plataforma Pró-Seleções Esportivas Catalãs e Drets levarão cerca de 10 mil bandeiras escocesas para apoiar o Barça no Calderón.

O motivo da escolha, segundo o jornal, é "evidenciar a diferença de tratamento que o Reino Unido deu à Escócia em relação ao que a Espanha deu à Catalunha". Os escoceses cogitaram se separar do Reino Unido em 2014, mas a independência foi rejeitada em um referendo popular.

Na Catalunha, o coro pela independência da região ganhou força desde as eleições de setembro de 2015, quando o Partido Nacionalista - favorável à separação - conquistou a maioria das cadeiras do Parlamento.

Barcelona e Sevilla se enfrentam pelo título da Copa do Rei às 16h30 (de Brasília) deste domingo. Os dois times já conquistaram títulos na temporada: o Barça venceu o Campeonato Espanhol e a Supercopa da Europa, enquanto o Sevilla faturou a Liga Europa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos