Riascos saiu em baixa do Cruzeiro. Hoje volta com missão de ser o sonhado 9

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Cruzeiro

    Colombiano chegou em janeiro de 2015 e foi emprestado em maio após quatro jogos

    Colombiano chegou em janeiro de 2015 e foi emprestado em maio após quatro jogos

Quando o Cruzeiro ficou carente de um diretor de futebol (após a saída de Alexandre Mattos), o presidente Gilvan de Pinho Tavares foi o principal responsável pelas contratações de alguns jogadores. Dentre eles, estava Duvier Riascos. Em cinco meses no clube, o colombiano não rendeu o que mandatário esperava e rapidamente foi emprestado ao Vasco. Hoje, o atacante volta prestigiado do Rio de Janeiro e surge como postulante a ser o camisa 9 que o mesmo presidente tanto procura, mas que ainda não encontrou.

Atualmente, Willian é a principal referência do Cruzeiro na hora de fazer os gols. No entanto, as frequentes lesões, o bom futebol de 2015 que ainda não recuperou e as saídas constantes da grande área abrem espaço para outros concorrentes. Rafael Silva, reserva e autor de cinco gols no ano, é opção, mas não inspira tanta confiança. Por isso, a diretoria não abre mão de um centroavante. O brasileiro Rafael Sobis é um sonho dos cartolas, mas esbarra nas altas cifras para ser repatriado. Resta então apostar no retorno em alta de Riascos, que pode virar a solução.

"A minha avaliação pessoal é que o Cruzeiro não tem esse jogador de área que a maior parte dos times brasileiros têm. É uma válvula de escape muito boa. O Cruzeiro é um time de toque de bola, mas às vezes é necessário ter esse jogador dentro da área. Apertou, você joga a bola para esse atacante de área que ele resolve", comentou Gilvan, recentemente, confirmando também que Riascos voltaria ao time e só não seria aproveitado se o técnico Paulo Bento optasse por liberar o jogador.

Apesar do desejo em permanecer no Rio, Riascos volta com a confiança em alta por causa dos bons momentos vividos no Vasco. Em 49 jogos, o atacante marcou 17 gols e virou xodó da torcida, balançando as redes em momentos importantes como os clássicos contra o Flamengo e a final da Taça Guanabara. No Cruzeiro, o colombiano ainda não deverá encontrar um time totalmente nos trilhos, ainda sendo conhecido pelo técnico Paulo Bento, mas também não chega como solução para carregar a equipe nas costas. Além disso, deverá ter mais tempo e paciência do torcedor para mostrar seu futebol, já que da última vez entrou em campo por apenas quatro ocasiões nos cinco meses que ficou em Minas Gerais.

Fora das quatro linhas, os empresários do atleta ainda tentam negociar uma renovação de empréstimo com o Vasco. Mas pelo menos por enquanto, o jogador volta ao Cruzeiro. Riascos já realiza testes físicos e exames médicos e deverá iniciar os treinamentos em campo com o grupo a partir do próximo domingo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos