Morata sai do banco na prorrogação e garante bi da Juve na Copa da Itália

do UOL, em São Paulo

Ver a Juventus erguer taças na Itália já virou rotina. E não foi diferente na noite deste sábado. No Estádio Olímpico de Roma, a equipe comandada por Massimiliano Allegri não teve vida fácil contra o Milan, mas contou com a estrela de Morata, que saiu do banco de reservas na prorrogação e precisou de apenas um minuto em campo para marcar e garantir o título da Copa Itália pelo placar de 1 a 0.

Em um momento ruim, Morata havia perdido a titularidade para Mandzukic e, até a partida de hoje, tinha marcado apenas 11 gols nesta temporada. Contra o Milan, viu o jogo do banco de reservas até o terceiro minuto do segundo tempo da prorrogação. Precisando ganhar para não levar a disputa para os pênaltis, o técnico sacou o brasileiro Hernanes e promoveu a entrada do atacante espanhol.

No seu primeiro minuto em campo, Lemina puxou um contra-ataque e encontrou Cuadrado, que cruzou para Morata bater rasteiro, no canto direito, sem chance para Donnarumma, dando um ponto final no sonho do Milan.

Com a vitória, a Juventus chega ao seu 11º título da Copa da Itália, sendo a segunda vez com um bicampeonato. A última vez havia acontecido nas temporadas 1958/59 e 1959/60, quando venceu a Fiorentina e a Inter de Milão, respectivamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos