Valeu? Veja títulos e quanto ganharam Ibra e Guardiola no PSG e Bayern

Do UOL, em São Paulo

  • CHRISTOF STACHE/AFP - FRANCK FIFE/AFP

Guardiola e Ibrahimovic se despediram de Bayern e PSG, respectivamente, no último final de semana. E da maneira que mais sabem: conquistando títulos. Mas enquanto o atacante deixa o clube francês depois de ter elevado o time a um novo patamar, o técnico espanhol lidou até os últimos dias com constantes críticas.

Em sua passagem de três anos pelo Bayern de Munique, Pep Guardiola conquistou sete títulos, sendo tricampeonato alemão e o Mundial de Clubes os de maiores destaque. A falta da Liga dos Campeões, no entanto, fez com que a passagem do espanhol pela Alemanha fosse incompleta. "Espero que Ancelotti dê o salto de qualidade que eu não soube dar em três anos", afirmou depois da terceira eliminação no torneio continental.

Vindo de uma tríplice coroa (Copa da Alemanha, Campeonato Alemão e Liga dos Campeões), o Bayern de Munique não economizou para tirar Guardiola de seu ano sabático. Em sua passagem pela Alemanha, o treinador recebeu um salário de 12 milhões de euros (R$ 47,6 milhões) por ano, sendo um dos mais bem pagos do mundo, de acordo com o jornal "Bild".

"Os últimos meses foram difíceis, muita gente acreditava que meu trabalho não seria o mesmo depois de anunciar que ia a Manchester. Mas não foi assim. Segui pensando sempre no próximo jogo", afirmou Guardiola, depois da conquista da Copa da Alemanha. No início do ano, ele acertou sua ida ao Manchester City

No caso de Ibrahimovic, o tratamento foi oposto, mas o montante gasto foi parecido. Depois de quatro anos de clube, o atacante deixou o PSG com um salário anual de 18 milhões de euros (R$ 71,4 milhões).

Quando chegou, Ibrahimovic encontrou um PSG com poucos títulos e um maior artilheiro com uma quantidade modestas de gols: Pauleta, com 109 bolas na rede. E o sueco mudou tudo isso. Em quatro anos, foram quatro Campeonatos Franceses em sequência, três Copas da Liga, três Supercopa da França e duas Copas da França. De quebra, os 156 gols marcados em sua passagem o transformaram no maior artilheiro da história do clube.

"Esses quatro anos ficarão no meu coração. Espero que o clube continue a vencer títulos sem o Ibra. É difícil, mas é possível", brincou Ibrahimovic, em sua despedida do Parque dos Príncipes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos