Ruptura de duto causou acidente com mortes na Arena Corinthians, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

Acidente na Arena Corinthians
Veja Álbum de fotos

Responsável pela apuração do acidente que causou a morte de dois funcionários da Arena Corinthians, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) conclui que a queda do guindaste foi provocada pela ruptura de um duto que estava abaixo da máquina. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, que teve acesso ao documento elaborado pelo Instituto.

A tragédia aconteceu em novembro de 2013. Um guindaste operava para a colocação da última peça metálica da cobertura metálica do estádio.

Mas o solo afundou, causando a queda do guindaste e da peça. O motorista da estrutura de 420 toneladas, Fábio Luiz Pereira, morreu no acidente. O montador Ronaldo Oliveira dos Santos foi atingido e também faleceu.

De acordo com o IPT, houve diversas falhas estruturais que ocasionaram o acidente. A ruptura de um duto de 1,20m de diâmetro ocasionou infiltração no solo. O IPT diz que não foi feito estudo para verificar se a tubulação do terreno suportaria o peso do guindaste e da alça metálica.

Esse estudo deveria ser feito pela Odebrecht, acrescenta o IPT. Além disso, o Instituto informa que a empreiteira falhou na elaboração do piso: o solo na área do desabamento era composto por raízes, folhas e galhos de vegetação.

"Esse material, que por si só constitui-se num colchão de baixa capacidade de suporte, não ofereceu apoio adequado para a compactação do aterro", diz o laudo.

A empresa terceirizada Locar também é citada no laudo. A empresa não comunicou para a Odebrecht a alteração de seu Plano de Rigging (planejamento de içamento da haste). A "caixa-preta" do guindaste estava inoperante no momento do acidente.

Ao O Estado de S. Paulo, a Odebrecht contestou o laudo e afirma haver várias inconsistências. A Locar comunicou que o acidente foi provocado pelo solo instável e diz ter outros documentos que comprovam a afirmação. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos