Esperança ou desconfiança? Santos vira "luz no fim do túnel" para reforços

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • AFP PHOTO/Luis Acosta

    Emiliano Vecchio estava na Arábia e não teve renovação automática aceita por árabes

    Emiliano Vecchio estava na Arábia e não teve renovação automática aceita por árabes

O Santos deve anunciar na próxima semana o 'pacotão de reforços' para a sequência da temporada. O reforço mais esperado é o atacante Jonathan Copete, do Atlético Nacional. O colombiano abandonou a disputa da semifinal da Copa Libertadores da América, diante do São Paulo, para jogar no alvinegro praiano.

O restante dos reforços chega como aposta e, para alguns deles, o Santos é quem virou uma 'luz no fim do túnel'. Emiliano Vecchio, por exemplo, estava escondido no Qatar SC, do Qatar, onde assinou contrato de seis meses.

A renovação seria automática, mas não houve interesse por parte do clube árabe. O argentino marcou quatro gols em 11 jogos com a camisa do Qatar.

O zagueiro Fabián Noguera, por sua vez, precisa recuperar seu futebol no Santos. O argentino perdeu a vaga de titular no Banfield no ano passado e não foi relacionado para nenhuma partida nesta temporada.

Antes de acertar com o Santos, o estafe do atleta o ofereceu a diversos clubes da Argentina, um deles o River Plate, mas não houve interesse. Como não precisou pagar nada pelos direitos econômicos, o clube paulista aceitou o negócio quando recebeu a sugestão.

A última partida de Noguera ocorreu em outubro de 2015, diante do Tigres, pelo Campeonato Argentino. O zagueiro é criticado pela imprensa argentina por ser lento, mas elogiado na bola área. Com 1,93m, ele fez 18 gols em 98 jogos pelo Banfield.

Outro reforço sob os olhares da desconfiança é o atacante Rodrigão. Ele chega assim por ser desconhecido e por atuar em um clube de menor expressão – o Campinense-PB. No entanto, o atleta vive um ótimo momento dentro de campo nesta temporada. Ele é o artilheiro do Brasil no ano, com 18 gols.

Se não bastasse, o trio de reforços gringos do Santos, só poderá entrar em campo a partir do dia 20 de junho. Isso porque Copete, Vecchio e Noguera precisam esperar a abertura da janela de transferências do futebol internacional. No caso do zagueiro argentino, a situação é ainda pior, ele só chega no dia 1º de julho, quando termina seu contrato com o Banfield.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos