Guilherme volta atrás e diz que não vê problema em receber torcedores no CT

Do UOL, em São Paulo

  • Adriano Vizoni/Folhapress

O meia Guilherme mudou o discurso nesta sexta-feira sobre a reunião entre jogadores e torcedores no CT do Corinthians. Segundo ele, a conversa teria sido positiva e, por isso, não há problemas. 

"Todos os clubes passam por isso. Dentro de campo conseguimos absorver bem essas questões. Se deixar envolver, a tendência é que as coisas piorem", disse o meia corintiano.
 
"Já dei minha opinião. O presidente (Roberto de Andrade) é quem manda, faz o que bem entende. Não participei da conversa. Parece que foi positiva. Então não vejo problema. Acho que não surte efeito. Nem a violência. Conversa não faz mal", ressaltou Guilherme.
 
No último dia 19, o jogador fez críticas ao fato e disse que a conversa realizada no local do trabalho era "estranha". Segundo Guilherme, o elenco do Corinthians ficou triste com a situação, pois não era "natural".
 
"Não é comum, não é normal. Aqui a gente trata como nossa casa, como família. Eu fico mais no clube que praticamente na minha casa. Ter esse tipo de abordagem dentro do nosso lugar sagrado é estranho. Só no futebol isso acontece. A galera fica um pouco triste, porque não é natural. Nosso trabalho é árduo, mas só se reflete em coisas boas quando tem vitória. Já já vamos comemorar com os torcedores que vieram", disse.
 
O presidente corintiano, por sua vez, disse que ele foi o responsável por chamar os torcedores. De acordo com Roberto, a comissão técnica não deve interferir no caso, porque ele quem decidiu fazer a reunião.
 
"Conversa cabe sempre, em qualquer lugar. Chamei quatro pessoas da torcida para conversar. Não é a primeira vez que faço isso. Achei necessário. A comissão não tem que dar aval nenhum. O presidente sou eu. Se eu chamei para conversar, não chamei a comissão técnica. Chamei a torcida para conversar com jogadores. A comissão não precisa falar se pode ou não. Eu sei o que pode", disse o mandatário nesta quinta. 
 
Na semana passada, membros da Gaviões da Fiel estiveram no CT Joaquim Grava. Cinco atletas participaram da reunião: o goleiro Cássio, os laterais Uendel e Fagner, o volante Elias e o meia Giovanni Augusto conversaram com os torcedores, o que atrasou o início das atividades em 45 minutos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos