Econômica, Itália domina Escócia e vence por 1 a 0 sem brilhar

Do UOL, em São Paulo

No penúltimo teste antes do início da Eurocopa, a Itália venceu a Escócia por 1 a 0 neste domingo. O amistoso disputado no Estádio Nacional de Ta'Qali, em Malta, teve a Azzurra relativamente criativa, mas pecando nas finalizações e sem forçar o ritmo. Graziano Pelle marcou o gol da vitória.

A Itália volta a vencer após quatro tropeços seguidos em amistosos. O compromisso seguinte é no próximo dia 6, contra a Finlândia, na última chance de ajustar detalhes antes da Eurocopa. Já a Escócia encara a França, no sábado, mas depois disso fica três meses sem jogar pois não joga a Euro.

REUTERS/Darrin Zammit

Quem foi bem: Candreva

As melhores oportunidades da Itália no primeiro tempo foram criadas por ele. Aberto pela direita, o meio-campista deu trabalho e se mostrou uma boa alternativa para dar criatividade à Azzurra. Após o intervalo continuou agudo, nas costas da zaga escocesa, até ser substituído aos 15 minutos.

Quem foi mal: Bernardeschi

O atacante entrou no segundo tempo para fazer a função de Darmian, aberto pelo lado esquerdo. Ofensivamente não se destacou e, na parte defensiva, errou inverção de bola dentro da área e por pouco não entregou o empate à Escócia.

AP Photo/Rene Rossignaud

De Rossi é importante e não sente lesão

O volante luta para se livrar de dores no tornozelo, sendo motivo de preocupação para o técnico Conte, que chegou a admitir o problema publicamente durante a semana. Mas De Rossi desempenhou bem seu papel, ajudou a distribuir o jogo italiano e fez passes verticais importantes. Ele jogou dois terços da partida e fez o passe que deu início ao gol da Azzurra.

Desempenho da Itália

A tetracampeã mundial percebeu logo a desorganização da marcação adversária e dominou desde o início. Povoando o meio-campo com cinco jogadores, a Itália ditou o ritmo e criou uma série de chances, mas por muito tempo faltou capricho nas finalizações. Diminuiu demais o ritmo após ficar à frente no placar, mas não tomou sustos.

Desempenho da Escócia

Admitindo a inferioridade técnica, a Escócia abriu mão da bola. Fechou a marcação em linhas e esperou a Itália tomar as iniciativas no jogo, mas não conseguiu anular o setor criativo adversário. Tanto que não suportou a pressão e tomou o gol quando a Itália foi caprichosa.

REUTERS/Darrin Zammit

Antonio Conte só testa após o gol

Para quem precisava testar opções a quinze dias da Eurocopa, Conte insistiu na formação titular por bastante tempo. Só fez suas primeiras alterações aos 14 minutos do segundo tempo, assim que Pelle anotou o gol. Daí em diante as trocas foram muitas, dando chances a jovens como Bernardeschi e Zaza.

Ficha Técnica

Itália 1 x 0 Escócia
Data:
29/05/2016
Local: Estádio Nacional de Ta'Qali, Ta'Qali (Malta)
Hora: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Alan Sant (Malta)
Cartões Amarelos: não houve
Gols: Pelle aos 12 minutos do segundo tempo

Itália: Buffon; Chiellini, Bonucci e Barzagli; Darmian (Bernardeschi), Giaccherini (Bonaventura), De Rossi (Jorginho), Florenzi e Candreva (Parolo); Eder (Insigne) e Pelle (Zaza). Treinador: Antonio Conte.

Escócia: Marshall; Mulgrew, Hanley, Martin e Paterson (Berra); Darren Fletcher, McArthur (Bryson), Phillips (Burke) e Anya (Naismith); Ritchie e McCormack (Steven Fletcher). Treinador: Gordon Strachan.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos