Dono da Internazionale oferece R$ 402 mi para contratar Simeone, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Kai Pfaffenbach

    Técnico argentino pode receber proposta milionária para trocar de clube

    Técnico argentino pode receber proposta milionária para trocar de clube

O Atlético de Madri acabou derrotado pelo Real Madrid na disputa da final da Liga dos Campeões da Europa no último sábado (28). Após perder o título para o maior rival, os Colchoneros ainda poderão sofrer um novo baque nos próximos dias: a possível saída de Diego Simeone.

Segundo o jornal espanhol "Mundo Deportivo", Diego Simeone seria o "sonho de consumo" de Erick Thohir, indonésio que adquiriu a Internazionale na última temporada. Para contar com o treinador argentino, o bilionário teria oferecido um salário de 100 milhões de euros (R$ 402 milhões) por cinco temporadas.

Ainda de acordo com a publicação, não é apenas a tentadora oferta financeira que pode fazer Simeone deixar o Atlético de Madri. Na visão do treinador, ele já teria atingido o limite do que seria possível disputar com o clube espanhol, o que o motivaria a buscar novos desafios em sua carreira. Nos últimos anos, o argentino conseguiu competir com potências como Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique e PSG mesmo tendo orçamento bem inferior para contratar jogadores.

O técnico teria ficado frustrado com a impossibilidade de contratar jogadores que desejava para reforçar o elenco ao final da última temporada. Simeone teria indicado Cavani e Tevez para o ataque, mas precisou "contentar-se" com Jackson Martínez, já que o Atlético de Madri não tinha condições financeiras para investir nos astros desejados pelo argentino.

Este é um dos pontos que estariam seduzindo Simeone a migrar para o futebol italiano. Ídolo dos torcedores da Internazionale, clube que defendeu de 1997 a 1999, o treinador teria a oportunidade de receber os investimentos que faltaram durante sua passagem pelo Atlético. O vice-presidente da Internazionale, o ex-jogador Javier Zanetti, desconversou ao ser questionado sobre a chegada do compatriota.

"Eu sei que o Simeone gostaria de ser técnico da Inter, mas agora temos o Roberto Mancini, que é um grande treinador", contemporizou Zanetti, em entrevista a "RMC".

Já Simeone declarou, logo após sua chegada à Itália para a disputa da final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, que foi disputada no San Siro, estádio italiano que é dividido pelo Milan e pela Internazionale, que sente saudade de seu período pelo país e que ainda pretende trabalhar no ex-clube.

"Recordo da Inter com um grande carinho. Tenho muitas recordações de minha passagem por Milão. Converso de vez em quando com Zanetti e não tenho medo de dizer que um dia vou voltar para a Internazionale, porque tenho uma boa recordação como jogador e tenho o objetivo de voltar como treinador", revelou Simeone.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos