Justiça frustra corintiano pivô de escândalo e adia parecer sobre rescisão

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo Pessoal

    Alyson Motta foi um dos destaques do sub-15 do Corinthians em 2015

    Alyson Motta foi um dos destaques do sub-15 do Corinthians em 2015

O jovem Alyson Mota tentou, sem sucesso, quebrar seu vínculo contratual com o Corinthians por meio de liminar nas últimas duas semanas. A decisão da Justiça do Trabalho, entretanto, foi agendar o julgamento do caso para o próximo dia 20 de junho. 

Afastado dos treinamentos do Corinthians há algumas semanas, Alyson, 16 anos, afirma ter sofrido assédio moral no clube. A venda de direitos econômicos dele a um empresário americano, sem que tivesse contrato profissional, ocasionou escândalo nas divisões de base. O caso, entretanto, foi conduzido sem a participação direta do atleta ou de seus familiares. 

Ao atual representante de Alyson, Jaílton Lopes, que foi escolhido após o escândalo, o Corinthians negou a liberação para rescindir contrato. O clube quer ser ressarcido em R$ 9 milhões. Já o jogador, por meio da advogada Gislaine Nunes, pede o pagamento de R$ 200 mil por assédio, além da rescisão imediata para recomeçar a carreira em outra equipe. Ele já atuou anteriormente no São Paulo. 

"A questão dos danos morais não será definida no dia 20, mas só depois, com a instrução do processo. Depois disso, o juiz terá elementos para saber se cabe ou não", explicou Gislaine. 

Por enquanto, a única providência do Corinthians, anterior à divulgação dos fatos por meio de reportagens, foi a demissão de três funcionários. Entre eles, o ex-gerente das divisões de base, Fábio Barrozo.

O caso tem sido investigado pelo Comitê de Ética e diversos membros têm sido ouvidos, inclusive o presidente Roberto de Andrade. O diretor de futebol adjunto Eduardo Ferreira irá depor pela segunda vez nesta semana. A tendência muito grande, segundo pessoas próximas à Roberto, é que o comando das divisões de base seja todo substituído em breve. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos