Pato revela procura de times brasileiros, mas diz que Europa é prioridade

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/ Chelsea

    Alexandre Pato revelou que pretende continuar no futebol europeu na próxima temporada

    Alexandre Pato revelou que pretende continuar no futebol europeu na próxima temporada

Alexandre Pato quer continuar atuando no futebol europeu mesmo não sendo no Chelsea, onde ainda tem contrato. O atacante disse ter recebido propostas de clubes brasileiros, mas que não quis levar adiante qualquer conversa enquanto não acertar sua permanência na Europa.

O Atlético-MG é um dos times interessados. Pato enfatizou que a decisão final sobre seu próximo clube ocorrerá no fim de junho, quando termina o contrato de empréstimo com o Chelsea e terá de retornar ao Corinthians, que detém seus os direitos econômicos.

"Nesse momento não pensei nisso [sobre como será a partir de janeiro]. Primeiramente, quero ver se tenho oportunidades na Europa", disse Pato, em entrevista ao programa "Seleção Sportv", nesta segunda-feira (30).

"Nesse momento não quero escutar ninguém, porque não posso falar nem sim, nem não. Não quero deixar ninguém esperançoso e também ninguém bravo". O Atlético-MG disse que topa esperar até julho.

Pato ainda ressaltou que, em sua opinião, demonstrou condições de atuar em alto nível na Inglaterra, mesmo tendo participado de apenas dois jogos no Chelsea.

 "Eu quero ficar na Europa, mas se não acontecer, eu voltarei para cá [Brasil]." Segundo o atleta, para ele, nesse momento, é poder ter a condições de jogar, independentemente se a equipe for grande ou não. Pato afirmou que espera estar na Copa da Rússia, em 2018.

O atacante explicou ter chegado em um momento difícil de "emplacar" no Chelsea, já que teria sido avisado pelo técnico Guus Hiddink que teria poucas oportunidades no time. Segundo o jogador, ele teve uma conversa com o treinador e que Hiddink disse que tinha lealdade com os atletas que chegaram antes no clube inglês.

Proposta da China ao Corinthians não foi tão alta

Alexandre Pato negou que tivesse recebido oferta astronômica do futebol chinês no início do ano, quando treinava no Corinthians, conforme foi dito por dirigentes paulistas. Pato negou que o salário oferecido era de 1 milhão de euros por mês.

"Chegou proposta de 8 milhões de euros por ano para o Corinthians. Oficial. Tem propostas que são faladas, mas só que não tem o papel para te mostrar".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos