3º goleiro do Corinthians provoca reação de torcida por posts polêmicos

Do UOL, em São Paulo

O terceiro goleiro do Corinthians, Matheus Vidotto, precisou se defender depois de envolvimento em polêmica por conta de algumas postagens no Facebook. O jogador compartilhou posts do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), além de mensagens sobre feminismo e contra a "esquerda".

Em uma das postagens, todas foram apagadas pelo goleiro depois da repercussão negativa, Matheus Vidotto fala de feministas e "esquerdosos" ao compartilhar um post de Bolsonaro. 

Reprodução/Facebook
Uma das postagens polêmicas de Vidotto
Grupos de torcedores que defendem a democracia e de corintianas exigiram posicionamento do clube e do goleiro sobre o assunto, o que ocasionou a defesa de Vidotto na manhã desta terça (31).

"Algumas pessoas estão ferindo meu direito (de se expressar), indo contra as ideias do movimento que diz defender. Diferente do que este grupo de pessoas está insinuando, eu não tenho o menor preconceito com nenhum tipo de pessoa ou movimento, e quem me conhece pessoalmente sabe disso", comentou o jogador em comunicado em seu Instagram.

"Só não sou e nunca serei obrigado a concordar com opiniões que vão contra meus princípios básicos de educação e respeito", completa Vidotto.

O Coletivo Democracia Corinthiana criticou o post do jogador. "O Coletivo Democracia Corinthiana vem a público manifestar repúdio à vergonhosa conduta do atleta Matheus Vidotto no meio virtual", diz a nota. 

Outro movimento corintiano que se expressou contra Matheus Vidotto por conta das postagens foi o Movimento Toda poderosa Corinthiana, o qual debate machismo e sexismo. O movimento disse ter exigido posicionamento do jogador e do Corinthians. "O Movimento Toda Poderosa Corinthiana enviou hoje, a diversos contatos dentro do Corinthians, sua insatisfação a respeito das postagens machistas e misóginas do atleta Matheus Vidotto. Ao receber críticas de torcedoras, os posts foram apagados ou configurados como privados. Em nome de todas as torcedoras corinthianas que lutam contra o machismo no futebol, pedimos não só uma resposta do clube e do atleta sobre as mensagens negativas em seu perfil do Facebook, como também solicitamos um comprometimento do Corinthians na discussão do tema".

Reprodução/Instagram
A mensagem de defesa de Matheus Vidotto
 Confira a nota completa de Matheus Vidotto:

Desde ontem um grupo de pessoas começou a comentar algumas coisas desagradáveis nas minhas publicações do Facebook. Há um grupo de pessoas que não está de acordo com minhas opiniões pessoais. Eu me senti não compreendido pelas mesmas.

O mais comum dos comentários é: "Você deveria ter a opinião diferente, porque está no time do povo", lembrando que uma das definições de democracia na época da Democracia Corintiana, ao fim de um dos piores momentos onde o Brasil passava por repressão e medo por causa de governos ditatoriais tivemos um tempo onde lutamos e conseguimos a "liberdade para expressar opiniões políticas e culturais", ou seja, algumas pessoas estão ferindo meu direito, indo contra as ideias do movimento que diz defender.

Diferente do que este grupo de pessoas está insinuando, eu não tenho o menor preconceito com nenhum tipo de pessoa ou movimento, e quem me conhece pessoalmente sabe disso.
Só não sou e nunca serei obrigado a concordar com opiniões que vão contra meus princípios básicos de educação e respeito.

Pediram uma retratação pública feita por mim, então, em respeito a instituição Corinthians, e para esclarecer esta situação estou aqui dizendo mais uma vez que diferente do que estão comentando, não sou contra nenhum tipo de movimento ou ideologia, e até onde me lembro vivemos em uma democracia e cada um pode ter e expressar suas opiniões livremente.

Por mais diferente que seja da sua opinião e se você seguidor não aceita ideias contrárias a sua, sugiro que pare de me seguir. Nunca vou medir esforços para defender o clube que eu represento e amo, assim como sempre fiz.

Confira o posicionamento completo do Movimento Toda Poderosa Corinthiana:

O Movimento Toda Poderosa Corinthiana enviou hoje, a diversos contatos dentro do Corinthians, sua insatisfação a respeito das postagens machistas e misóginas do atleta Matheus Vidotto. Ao receber críticas de torcedoras, os posts foram apagados ou configurados como privados. Em nome de todas as torcedoras corinthianas que lutam contra o machismo no futebol, pedimos não só uma resposta do clube e do atleta sobre as mensagens negativas em seu perfil do Facebook, como também solicitamos um comprometimento do Corinthians na discussão do tema com todos aqueles que carregam o escudo alvinegro no peito, seja ele um torcedor, um jogador, diretor, patrocinador ou profissional envolvido no clube.

Não toleraremos que atletas do Time do Povo espalhem mensagens preconceituosas, seja qual âmbito for. Historicamente, o Corinthians sempre esteve e está ao lado das lutas sociais e no combate ao preconceito.

Esperamos uma retratação do atleta sobre o assunto. Já do Corinthians, esperamos também que a conscientização aconteça sem precisar que movimentos e páginas da internet questionem e que o combate ao machismo seja parte da rotina do Time do Povo. Só assim podemos mudar esse cenário no esporte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos