Polícia mexicana prende dois suspeitos por sequestro de atacante da seleção

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Sequestradores pediam R$ 1,1 milhão por liberação de Alan Pulido

    Sequestradores pediam R$ 1,1 milhão por liberação de Alan Pulido

As autoridades mexicanas anunciaram nesta terça-feira a prisão de um segundo suspeito de participação do sequestro de Alan Pulido, atacante da seleção local, no final de semana.

O primeiro suspeito detido, Daniel Morales, forneceu informações para que os policiais encontrassem o segundo suspeito, Osvaldo Velazquez. Segundo Ismael Quintanilla, Velazquez atirou contra policiais que se aproximaram da casa que utilizava como esconderijo; acabou ferido no ombro e no pescoço quando a Polícia atirou de volta.

Quintanilla afirmou ainda que Osvaldo Velazquez é casado com uma prima do jogador, que atua no futebol grego. Os sequestradores podem ter relação com uma quadrilha investigada por tráfico e sequestro, que teria Velazquez como um de seus líderes.

Pulido foi sequestrado no sábado, mas libertado na noite de domingo. Segundo a revista norte-americana Time, os sequestradores pediram 6 milhões de pesos (mais de R$ 1,1 milhão) pelo atleta – que reagiu no cativeiro e agrediu um de seus sequestradores.

A família informa que Pulido está bem e descansa em sua casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos