Bauza lamenta desfalques e diz que dois jogadores brigam pela vaga de Ganso

Do UOL, em São Paulo

Depois da derrota por 1 a 0 para o Figueirense, o técnico Edgardo Bauza lamentou o número de desfalques do São Paulo. Para o duelo desta quarta-feira (1º), o argentino não pôde contar com cinco jogadores titulares: Calleri, Maicon, Hudson, Rodrigo Caio, Mena.

"Agora teremos uma partida difícil (contra o Cruzeiro, no domingo). Vamos ver como montaremos a equipe, porque temos muitos jogadores machucados, na seleção", afirmou, em entrevista coletiva.

Questionado sobre a procura por reforços, Bauza disse estar em processo, mas que é algo demorado. "Não se pode trazer reforços de um dia para o outro. Estamos falando com a diretoria. No domingo já não teremos tempo para reforço".

"Esse é um campeonato difícil. Mas sua organização atenta contra o atleta e o técnico, porque nós não podemos trabalhar. Estamos submetidos a viajar e a jogar em (um intervalo de) 72 horas, com toda carga emocional que isso implica. Já falei isso em reuniões com a federação", continuou.

A partida contra o Figueirense foi a última de Paulo Henrique Ganso antes de se apresentar à seleção brasileira. O meia foi convocado para substituir Kaká, cortado por causa de uma lesão muscular. De acordo com Bauza, dois jogadores brigam pela vaga: Lucas Fernandes e Rogério.

"Vamos ver nos treinamentos quem está melhor. São jogadores de características distintas. Durante o trabalho, analisando o rival, vamos decidir qual dos dois começará a partida", afirmou.

Com a derrota para o Figueirense, o São Paulo está na oitava colocação, com sete pontos. Na próxima rodada, o time paulista vai a Minas enfrentar o Cruzeiro, no domingo (5).

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos