França busca reabilitação física e pode ir para Série B após ser atropelado

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • Reinaldo Canato/UOL

    França foi dispensado do Figueirense após se envolver em briga há um mês

    França foi dispensado do Figueirense após se envolver em briga há um mês

Um mês depois de ter sido espancado e atropelado após uma briga de trânsito em Florianópolis, o volante França ainda não está em condições de voltar a jogar futebol. Ainda com as marcas do ocorrido pelo corpo, o atleta de 25 anos terá que passar por uma recuperação física para buscar uma nova equipe - ele foi demitido do Figueirense logo após o episódio.

Em contato com o UOL Esporte, o empresário do jogador, Marcelo Lipatin, disse que França deve sair de Bauru (SP), sua cidade natal, para terminar sua recuperação em Curitiba.

"O França está em Bauru agora, se preparando. Amanhã [sexta-feira] ele estará aqui em Curitiba para a gente poder fazer um trabalho mais pontual e específico para deixar ele pronto para jogar, depois de tudo o que ele passou", afirmou.

"Deu um tempo para ele se recuperar emocionalmente. Vou trazê-lo para uma clínica de reabilitação física. Não é clínica de reabilitação química ou bebida, mas nós vamos tratar tudo aqui, para ele se recuperar em todos os sentidos e a gente colocá-lo no mercado novamente", continuou.

Segundo Lipatin, existe a possibilidade de França defender um clube da Série B do Campeonato Brasileiro neste ano. Por enquanto, ele ainda se recupera das cicatrizes - foram entre 18 e 21 pontos somente no rosto, segundo o agente.

"Esse tempo sem clube vai fazer bem para ele, para ele entender onde ele se enfiou. Ele está tendo essa consciência. Eu gosto muito dele, é um guri, o sentimento para com ele é de pai. Vou prepará-lo para a gente dar a volta por cima, ele fez 25 anos agora", disse Lipatin.

França tem tido problemas extracampo desde quando defendeu o Palmeiras, em 2014. Quando morava em São Paulo, vizinhos relataram irritação com festas que o jogador promovia em seu apartamento. Já no Figueirense, ele levou um tiro de bala de borracha quando, embriagado, tentou tomar a arma de um policial que o abordou durante uma briga em uma casa noturna.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos