Jesus admite tristeza por ficar fora da seleção, mas espera novas chances

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

Gabriel Jesus não escondeu a frustração por ter ficado de fora da lista de Dunga para a Copa América. O atacante do Palmeiras chegou a ser cogitado para substituir Douglas Costa, mas não tinha o visto dos Estados Unidos e acabou sendo deixado de lado.

"É o sonho de todo jogador ir à seleção. Fiquei feliz na hora que soube, mas logo em seguida fiquei triste por causa do visto. Cuca passou a experiência dele. Outras oportunidades virão. Já estou com o visto", afirmou antes da partida contra o Grêmio.

Quando Rafinha foi cortado, o nome de Gabriel Jesus, agora com a documentação certa, voltou a ser cogitado, mas Dunga preferiu chamar Lucas, do PSG. Na ocasião do primeiro corte, o técnico da seleção brasileira criticou, sem citar o nome, o atacante por causa da falta de visto.

"Outros poderiam estar (na convocação), mas não tinha documentação. Todos nós estamos cobrando postura nova. Temos que ter profissionalismo. A meritocracia vem em primeiro lugar numa convocação, mas também ser levada em conta a organização e profissionalismo", afirmou Dunga na época.

No treino do Palmeiras na última terça-feira (31), Cuca passou um tempo conversando com o jovem atacante sobre a situação. "Não tenho muito conhecimento da causa. Era um pré-convocado entre os 40, infelizmente não foi providenciado o visto. Quando foi pedido era feriado. Pelo o que eu entendi, era uma questão de emergência na seleção, então foi levado outro. Se ele foi pré-convocado, não vai ser o visto que vai tirar a convocação dele", afirmou o treinador no dia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos