Negócio com chineses pode levar Ramires e Alex Teixeira à Inter de Milão

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Segundo jornal (foto), dupla seria beneficiada por venda de ações da Inter

    Segundo jornal (foto), dupla seria beneficiada por venda de ações da Inter

A Inter de Milão está prestes a passar para as mãos do grupo chinês Suning Commerce Group, o que está previsto para acontecer até o início da temporada 2016/2017. E a compra de ações pode levar dois jogadores brasileiros à equipe italiana.

Segundo informações divulgadas pela agência Ansa, a corporação chinesa deve adquirir pelo menos 60% das ações do clube junto ao atual presidente, Erick Thohir. O ex-presidente da Inter, Massimo Moratti, já teria vendido seus 29,5% em cotas para os investidores asiáticos.

A mudança no controle de ações iria alterar o elenco da Inter. O volante Ramires (ex-Cruzeiro, Benfica e Chelsea) e o atacante Alex Teixeira (ex-Vasco e Shakhtar Donetsk) estão na lista de reforços desejados pela nova diretoria, segundo o jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Não por coincidência, os dois brasileiros disputam a primeira divisão chinesa pelo Jiangsu Suning, clube comandado pelo próprio Suning Commerce Group. Ambos foram contratados pela equipe em 2016.

A publicação italiana ainda não cita valores, mas diz que o técnico da Inter, Roberto Mancini, espera contar com os reforços. O atacante Jô, que trabalhou com Mancini no Manchester City e também atua na equipe chinesa, é visto como uma possibilidade menor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos