Dunga não opina sobre arbitragem, isenta Alisson de erro e elogia seleção

Danilo Lavieri e Guilherme Palenzuela

Do UOL, em Pasadena (EUA)

Dunga não quis dar opinião sobre o erro de arbitragem que salvou o Brasil da derrota para o Equador na estreia da Copa América. O treinador da seleção afirmou que estava muito longe para dizer se a bola saiu ou não, mas disse confiar na opinião de atletas que disseram que a arbitragem acertou. A televisão, no entanto, mostrou que o árbitro chileno errou.

Confiando na opinião de seus atletas, ele também aproveitou para isentar Alisson do erro que resultaria na derrota por 1 a 0.

"Não, até agora não deu para ver nada. Ali de onde estávamos é difícil, os jogadores falaram que a bola saiu. Mas vamos continuar trabalhando. (Não pode falar de erro) a bola tinha saído", afirmou.

Já Gustavo Quinteiros, o técnico do Equador, criticou a atuação do trio de arbitragem e ironizou a decisão de anular o gol.

"Por momento a partida foi que esperávamos, mas em outras vezes não porque a gente precisou voltar um pouco. Mas geramos situações e não resolvemos bem. Quando a gente poderia resolver, em uma das situações, o bandeirinha, com uma visão biônica, anulou o gol. O empate é positivo e agora precisamos jogar para ganhar e vencer o Peru", afirmou Gustavo Quinteiro.

"Vi várias vezes a repetição e todas as vezes erram a favor de um rival maior. Estamos com raiva disso por causa de esforço grande que a gente fez e tirar um gol legítimo é muito duro para a gente".

Apesar do 0 a 0 na estreia e de apenas três chutes a gol pelo lado brasileiro, Dunga elogiou a mudança na postura que foi treinado durante a semana, evitando chutões e saindo com calma.

"O que fizemos foram as saídas que treinamos. É que a equipe do Equador pressionava. Tinha as inversões de uma lateral para outra. E tinha as infiltrações. Temos que trabalhar mais a conclusão e não tentar só a infiltração. Mas isso depende muito da característica de cada jogador", completou.

"Tentamos vencer durante todo o tempo", completou. O Brasil, agora, viaja para Orlando, onde enfrenta o Haiti na próxima quarta-feira (9). 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos