México marca no fim e vence Uruguai em jogo com duas expulsões e sem Suárez

Do UOL, em São Paulo

Sem contar com o atacante Luis Suárez, que ainda se recupera de lesão na perna direita, o Uruguai estreou na Copa América com derrota para o México neste domingo. O time comandado por Óscar Tabárez saiu atrás e buscou o empate no segundo tempo, mas sofreu dois gols no fim e acabou perdendo por 3 a 1.

Comandada por Juan Carlos Osorio, ex-treinador do São Paulo, a seleção mexicana saiu na frente logo aos três minutos, graças a um gol contra de um outro ex-são-paulino: o lateral Alvaro Pereira. A situação ficou ainda mais complicada aos 44 minutos, quando Vecino recebeu cartão vermelho depois de acertar um chutão em Corona. 

Mesmo com um a menos, o Uruguai voltou melhor para o segundo tempo e passou a pressionar bastante em busca do gol de empate. O México também ficou com dez jogadores aos 27 minutos, depois que Guardado derrubou Sánchez e foi advertido com o segundo cartão amarelo.

Logo em seguida, veio o empate: Sanchez cobrou a falta na área e encontrou Godin, que cabeceou sem chances de defesa para Talavera. Mas a alegria uruguaia não durou muito tempo. Aos 40 minutos, depois de um escanteio, a bola sobrou dentro da área para o veterano Rafa Marquez, que estufou as redes e devolveu a vantagem ao México.

Ainda deu tempo de Herrera, já nos acréscimos, aproveitar a boa jogada de Lozano em um contra-ataque para deixar a vitória mais elástica. 

FICHA TÉCNICA
MÉXICO 3 x 1 URUGUAI

Local: Estádio da Universidade de Phoenix, em Phoenix (Estados Unidos)
Data: 5 de junho de 2016 (domingo)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Enrique Caceres (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milciades Saldivar (Paraguai)
Cartões amarelos: Guardado (México); Maxi Pereira, José Gimenez, Vecino (Uruguai)
Cartões vermelhos: Guardado (México), Vecino (Uruguai)
Gols: Álvaro Pereira contra (México), aos 3 do 1º tempo; Godin (Uruguai), aos 28 do 2º tempo; Rafa Márquez (México), aos 40 do 2º tempo; Herrera (México), aos 46 do 2º tempo.

MÉXICO: Talavera; Néstor Araujo, Diego Reyes, Héctor Moreno e Layún; Rafa Márquez, Herrera e Guardado; Javier Aquino (Lozano), Chicharito Hernández (Raúl Jimenez) e Jesus Corona (Dueñas)
Técnico: Juan Carlos Osorio

URUGUAI: Muslera; Maxi Pereira, Godín, José Giménez e Álvaro Pereira; Arévalo Ríos, Vecino, Lodeiro (Álvaro González) e Carlos Sanchez (Gastón Ramirez); Diego Rolán (Abel Hernandez) e Cavani
Técnico: Óscar Tabárez

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos