Grêmio muda tom, mostra otimismo e espera fechar compra da Arena

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Wesley Santos/Drone Service Brasil/Divulgação

    Arena do Grêmio tem gestão negociada entre OAS e Grêmio. Houve avanço

    Arena do Grêmio tem gestão negociada entre OAS e Grêmio. Houve avanço

O tom mudou. Depois de ameaçar desistir da compra da gestão da Arena, o Grêmio alinhou as partes com a OAS para compra da gestão da Arena. O presidente do clube, Romildo Bolzan Júnior, já mostra otimismo para os próximos dias. 

"Não está definitivo, mas posso dizer que avançamos bastante nos últimos dias. A situação de preocupação já passou. Demos bons passos para definir a compra", disse o mandatário ao UOL Esporte. 
 
Os problemas da OAS na Justiça preocuparam muito o Tricolor. O clube gaúcho chegou a ameaças sair da negociação. O principal ponto de debate era a entrega do Olímpico para a construtora. O Grêmio pretende ter garantia absoluta que o acordo não dará para trás e só depois entregar o 'Velho Casarão'. E a empresa mostrou-se aberta para debater este tema nos últimos encontros. 
 
O clube se preocupava, ainda, com a recuperação judicial da OAS. Mesmo já homologada em São Paulo, o Tricolor temia que o quadro recuasse e precisava de totais garantias disso, algo que foi vencido nos últimos encontros. 
 
Nesta segunda-feira, uma nova reunião da direção do Grêmio irá determinar os passos finais do acordo. O Grêmio, com isso, parará de pagar para dar aos sócios o direito de entrar sem pagar qualquer valor no estádio, poderá comercializar áreas da Arena e lucrará com a bilheteria do estádio, diferente do que ocorre atualmente. 
 
A compra da gestão do estádio é tida como principal pilar para a reconstrução financeira do clube. A ideia é reabrir o plano de sócios para novas adesões e ter uma renda fixa maior mensalmente. 
 
"Posso dizer que não temos nada fechado, não assinamos, mas agora estamos muito mais para firmar a compra do que para não acontecer", completou o mandatário. 
 
A operação para compra da Arena será longa. O Grêmio irá pagar R$ 2 milhões por mês durante seis anos para a construtora. O valor, após este período, cai gradativamente e acaba em 20 anos. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos