Contra balcão de negócios, CBF tenta vetar transações de jogadores nos EUA

Danilo Lavieri e Guilherme Palenzuela

Do UOL, em Orlando (EUA)

Como é de costume, jogadores da seleção brasileira são figuras centrais durante a janela de transferências que se abre no meio do ano, com o fim da temporada europeia. Apesar de a bola parar para os clubes, no entanto, as seleções entram em ação nas disputas da Eurocopa e da Copa América em 2016.

Para evitar que os jogadores brasileiros que estão com a seleção nos Estados Unidos percam o foco na Copa América, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) voltou a armar estratégia que proíbe a presença de empresários na concentração. A ideia é que os atletas não pensem em nada que não na busca do título da competição, que começou no último sábado para o Brasil com o empate por 0 a 0 com o Equador.

O coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, confirmou a intenção de evitar que a concentração da seleção nas diferentes cidades pela qual ela passará para a disputa vire um balcão de negócios. "A gente sabe que os jogadores vão negociar durante esta época do ano. Não tem problema. Mas não vamos permitir que nenhum empresário fique nos nossos hotéis", explicou.

Na Copa América do ano passado, a seleção brasileira já havia tentado evitar que empresários transitassem nas concentrações, mas não teve tanto sucesso. Roberto Firmino, do Liverpool, e Douglas Costa, do Bayern de Munique, concretizaram as suas transferências para os atuais clubes durante a competição disputada no Chile. 

Neste ano, Daniel Alves já concretizou a sua saída do Barcelona para a Juventus. Pelo noticiário europeu, o lateral já havia deixado a transferência encaminhada antes de se apresentar à seleção. Rinaldi diz que nenhum empresário esteve no hotel em Manhattan Beach, nos Estados Unidos, para concretizar a transação. 

Os jogadores tiveram um dia de folga durante a estadia nos Estados Unidos. Foi no dia seguinte ao amistoso do Panamá, que aconteceu em Denver. Kaká, Renato Augusto, Willian, Jonas e Diego Alves, por exemplo, foram ao jogo de final de conferência de NBA para assistir o jogo entre Golden State Warrios e Oklahoma City Thunders. 

Quais deles estão no mercado da bola: 

Daniel Alves: Fechou com a Juventus e deixará o Barcelona depois de se tornar um dos jogadores mais vitoriosos da história do futebol. Chegou a admitir o acordo com o clube italiano em entrevista à emissora Sportitalia, mas depois voltou um passo atrás e disse que ainda não assinou contrato apesar de tudo caminhar nesse sentido. Selou o acordo antes do embarque para os Estados Unidos.

Elias: Interessa ao Shandong Luneng, clube da China comandado por Mano Menezes. Ao fazer o último jogo pelo Corinthians antes de embarcar para os Estados Unidos com a seleção brasileira, admitiu que havia uma sondagem e que viajaria com o "coração apertado" por não poder participar dos jogos seguintes com o clube.

Lucas Lima: Recentemente firmou acordo com o pai de Neymar para ter a imagem representada por ele, que também auxilia com prospecção de propostas no mercado europeu. Já demonstrou interesse em sair e interessa a vários clubes europeus, mas tem ignorado o tema publicamente nas últimas entrevistas e vê um entrave com o Santos: o clube, que só possui 10% de seus direitos econômicos, não aceita vendê-lo.

Gabigol: Tem o nome em manchetes ligadas ao futebol europeu, especificamente da Itália. A Fiorentina seria a principal interessada em tirar o atacante do Santos, apesar de não agradar ao atleta e a seu estafe.

Marquinhos: Destaque por ainda ter idade olímpica, já mostrou satisfação por ser lembrado pelo Barcelona, mas é outro que foge das perguntas quando o assunto é deixar o PSG.

Philippe Coutinho: Segundo veículos da imprensa europeia, tem em mãos proposta do PSG para jogar na França a partir de julho. É um dos principais e mais bem avaliados jogadoresda Inglaterra no momento.

Jonas: Segundo veículos da imprensa portuguesa, interessa a clubes da China. O atacante de 31 anos já se posicionou mais de uma vez afirmando que não tem o objetivo de deixar o Benfica neste momento.

Hulk: Ao término da temporada europeia, ainda na Rússia, afirmou em entrevista que poderia deixar o Zenit durante esta janela de meio de ano. Até agora, porém, parece não estar tão perto de um acordo com outro clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos