Mãe de ex-colorado se desespera com "nível baixo" do filho contra Argentina

Do UOL, em São Paulo

  • Xinhua/Pedro Mera

O ex-volante do Internacional Charles Aránguiz teve papel determinante na derrota da seleção chilena, a qual defende, para a argentina, por 2 a 1, na primeira rodada da Copa América Centenário, que está sendo disputada nos Estados Unidos. E a mãe do jogador, Mariana Sandoval, não poupou as cornetas contra ele. 

Aránguiz perdeu bola no meio de campo, na origem do lance que culminou no gol de Di Maria, responsável por abrir o placar. "Nunca havia visto ele em nível tão baixo", avaliou Sandoval em entrevista à rádio local ADN. "O nível da nossa seleção foi ruim, baixo", acrescentou na sequência, ampliando a crítica. 

"Creio que o treinador da argentina [Gerardo Martino] concentrou a partida na zona central e nos anularam Díaz e Aránguiz", disse. 

Sandoval também entende que houve pedido da comissão técnica argentina para seus jogadores "morderem" na marcação os chilenos. "[Aránguiz] recebeu duas pancadas no começo do duelo. É indicação de ordem técnica, se levarmos em conta que em 10 minutos já tinha sofrido duas faltas", completou. 

Seleções do grupo D da Copa América, Chile e Argentina voltarão a campo na sexta-feira (10). O time de Aránguiz para enfrentar a Bolívia, também derrotada na estreia, e o de Di Maria para pegar o Panamá, outra equipe que soma três pontos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos