Michel Bastos exalta Bauza e critica Osorio: "eu não sabia onde ia jogar"

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Michel exaltou o trabalho de 2016

    Michel exaltou o trabalho de 2016

O meia Michel Bastos criticou o trabalho feito por Juan Carlos Osorio, ex-técnico do São Paulo e hoje na seleção do México. Segundo o jogador, em participação no programa Bem, Amigos, do SporTV, para ele era ruim não saber a posição que ia jogar.

"O time hoje não tem nada de Osorio. Com Osorio, você praticamente não sabia que posição ia jogar. Isso era ruim. Eu sempre gostei de trabalhar, se eu tiver tempo, se vou jogar, de saber a posição que vou jogar, o que vai ser preciso fazer no jogo. Com Osorio algumas vezes, alguns jogos, treinei de volante e joguei de lateral. É ruim preparar assim", falou o jogador.

Michel Bastos ainda aproveitou para exaltar Edgardo Bauza e disse que a melhora do rendimento do São Paulo tem a ver com a chegada do argentino.

"O treinador chegou, impôs método dele e nós jogadores acatamos. Bauza propôs método de trabalho que jogadores acataram. O bom momento do São Paulo hoje vem com a chegada do Bauza que propôs um trabalho que para mim é muito bom e nós jogadores que assimilamos isso e nos propomos a trabalhar para dar resultado. Não que eu achasse o método do Osorio ruim, bem pelo contrário", disse.

Como exemplo do trabalho de Bauza, Michel citou o fato de Ganso ter sido banco na Libertadores e não ter reclamado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos