Procuradoria recorre e pede novo julgamento por doping a corintiano Yago

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

A Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva irá recorrer no caso Yago, zagueiro do Corinthians.

Insatisfeito pela suspensão de 30 dias aplicada na segunda-feira, o órgão dará entrada com pedido de recurso para que o caso seja julgado pelo Tribunal Pleno do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo).

Acima dessa instância, Yago ainda poderá ser julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e pelo CAS, a Corte Arbitral do Esporte. Para esse segundo julgamento, porém, não há data prevista por enquanto.

O zagueiro, apesar disso, fica liberado para jogar normalmente, já que não está prevista uma nova suspensão preventiva. A pena de 30 dias que foi aplicada ao jogador já foi cumprida.

Yago testou positivo para doping por uso da substância betametasona, aplicada pelo departamento médico corintiano para amenizar dores no joelho durante o Paulistão. O médico corintiano Joaquim Grava assumiu responsabilidade pelo episódio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos