Técnico do Haiti destaca gol, mas lamenta: "Como vou motivá-los agora?"

Danilo Lavieri e Guilherme Palenzuela

Do UOL, em Orlando (EUA)

O técnico do Haiti, Patrice Neveu, voltou a ser bastante prático em sua coletiva de imprensa. Depois de dizer na véspera que seria impossível pensar em vencer o Brasil, o comandante disse que deixa a partida feliz por ao menos ter marcado um gol nesta quarta-feira, na segunda rodada da Copa América. A seleção venceu por 7 a 1.

Depois de perder por 1 a 0 para o Peru, o Haiti agora voltou a ser derrotado e ainda enfrenta o Equador para fechar sua participação na fase de grupos.

"Nosso primeiro desejo era fazer o gol. Não tivemos boas soluções defensivas, mas os brasileiros têm muito talento com a bola. A gente não conseguiu pegar o ritmo deles", ponderou.

"Mas agora como é que eu vou lutar contra uma derrota como essa? Como vou motivá-los agora? Vai ser algo difícil. Eles já estão muito cansados e meu papel é tentar fazer com que eles se sintam da melhor maneira possível. Ao menos a gente fez os brasileiros prestarem atenção no jogo e meus jogadores puderam se desenvolver um pouco", completou.

Neveu aproveitou para destacar a boa atuação de Coutinho, que teve três gols, mas fez questão de ressaltar o poder coletivo do time verde e amarelo.

"O Coutinho é um excelente jogador, tem muito talento, mas o Brasil como um todo sempre vai estar no topo. E ainda estão evoluindo agora", finalizou.

O Brasil agora treina nesta quinta-feira ainda em Orlando e viaja em seguida para Boston. O compromisso final da primeira fase da Copa América está marcado para domingo, contra o Peru.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos