Maradona e Pelé aparecem de mãos dadas em jogo: "sem brigas"

Do UOL, em São Paulo

Pelé e Maradona participaram de um jogo beneficente em Paris, nesta quinta-feira (09) e mostraram que as brigas entre os dois, ficaram para trás. Eles comandaram os times no amistoso, que acabou empatado em 8 a 8. 

Brasileiro e argentino apareceram de mãos dadas e se abraçaram. "Chega de brigas. Eu te prometo", disse Maradona. Os dois ex-jogadores apareceram de mãos dadas em demonstrações de afeto. "Gostaria de agradecer o Pelé por estar ao lado dos jogadores, gostamos muito deles e sabemos quem foi e quem sempre será. Pelé é bem-vindo à família", comentou Maradona. 

"O mais importante é a mensagem de paz. Obrigado ao meu amigo Maradona por esta oportunidade, peço um grande aplauso para ele", disse Pelé, após o jogo.

O encontro entre os ex-jogadores como técnicos rivais durou 30 minutos, antes de Maradona entrar em campo para jogar. Pelé, que caminhou com a ajuda de uma bengala durante o evento, permaneceu no banco.

A equipe de Maradona, formada por Angelo Peruzzi, David Trezeguet, Marco Materazzi, Ciro Ferrara e Clarence Seedorf, empatou (8-8) com o time de Pelé, liderado por Rio Ferdinad, Dida, Bebeto, Hernan Crespo e Fernando Hierro.

Corneta em Messi

Diego Maradona também falou do futebol atual e da seleção argentina. O ex-jogador não considera que Lionel Messi seja um bom líder. Perguntado se o atleta do Barcelona é boa pessoa, Maradona foi além. "Sim, ele é boa pessoa. Mas ele não tem personalidade. Messi não tem personalidade para ser um líder", disse. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos