Maradona não se rende a Messi e reitera falta de liderança do camisa 10

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Charles Platiau

Um dia depois de Messi marcar três gols em menos de 20 minutos, Diego Maradona voltou a falar sobre a falta de liderança do atual camisa 10 da seleção da Argentina. 

"Sigo pensando o mesmo que disse a Pelé, mas eu não quero olhar como uma crítica, não é assim. Querem fazer de Messi um líder, os líderes são feitos sozinho. Ninguém forma um líder, os líderes não se fazer. Não pode tornar alguém líder, porque alguém quer", disse Maradona ao jornal Diario Popular, da Argentina.
 
Na última quinta-feira, Pelé e Maradona se envolveram em uma saia justa, quando uma conversa entre os dois sobre Messi "vazou" durante um evento realizado para promover o início da Eurocopa, em Paris.
 
Os dois ídolos, que sempre se alfinetaram, treinaram dois times em um amistoso festivo que contou com a presença de ex-craques como Bebeto, Clarence Seedorf e Fernando Hierro em campo montado no Palácio Real de Paris, perto do Museu de Louvre.
 
Enquanto os participantes da "pelada de luxo" eram anunciados, Pelé perguntou o que Maradona poderia falar sobre Messi, se o conhecia. Os dois, que estavam com microfones, não sabiam que a conversa estava sendo gravada. "É uma boa pessoa, mas não tem personalidade para ser um líder", disse 'El Pibe de Oro'.
 
O brasileiro relembrou o que chamou de "nossa época", em que vários atletas tinham a liderança como característica, como Rivellino, Gérson, algo que o argentino concordou. Em seguida, Maradona falou novamente sobre Messi, mas dessa vez com microfones ligados, durante entrevista coletiva. "Deixem ele jogar tranquilo. Se tiver que ser o melhor da história, ele será", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos