Grêmio receberá comitiva chinesa e estreita laços para diferentes parcerias

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/Grêmio

    Estádio na cidade de Zhuhai, pode receber treinamentos do Grêmio em pré-temporada

    Estádio na cidade de Zhuhai, pode receber treinamentos do Grêmio em pré-temporada

O Grêmio firmou uma parceria grandiosa com o clube Black Panthers, da China. Irá atender 60 mil crianças para 'ensinar futebol' nas escolas da cidade de Zhuhai. E não ficará apenas nos pequenos entre os 5 e os 15 anos a ligação com o país asiático, que mira se tornar potência no futebol mundial até 2030. O Tricolor quer, ainda, fortalecer a marca do clube por lá e já trabalha a ideia de uma pré-temporada na China. 

Estrutura não falta. O cidade possui um moderno estádio com capacidade para 40 mil torcedores que foi construído e recebeu até hoje apenas uma partida, o amistoso entre PSV, da Holanda, e Wolfsburg, da Alemanha. O clube ganhou do governo chinês um prédio de 1,5 mil metros quadrados para gerir o projeto com as crianças e lá poderia facilmente instalar equipamentos de musculação, fisioterapia e departamento médico. 
 
A rede hoteleira chinesa também é considerada valiosa. A comitiva gremista, quando foi firmar a parceria por lá, foi colocada em um hotel que tem avaliação acima de cinco estrelas. O local poderia ser utilizado pela delegação durante o período de treinamentos no começo do ano. 
 
Até mesmo o clima já foi estudado. Segundo os responsáveis pela parceria do Grêmio na China, as temperaturas de Zhuhai são muito semelhantes a Porto Alegre. 
 
Dentro de 30 dias, uma comitiva de governantes e empresários chineses estará em Porto Alegre conhecendo o Grêmio. Em seguida, a união pela formação de jogadores fará profissionais do Tricolor irem à China. E assim a tendência é que a negociação para pré-temporada tenha novos passos. Alinhavando detalhes, apenas a autorização do governo chinês e o aval da comissão técnica poderão determinar ou não a pré-temporada por lá. A ideia inicial é que todos os custos sejam pagos por uma das maiores empresas chinesas, parceira do clube no projeto de formação de jogadores. 
 
O Grêmio optou, em 2016, por permanecer em Porto Alegre e realizar o período de treinamentos de início de ano no Centro de Treinamentos Luiz Carvalho. Tradicionalmente, o clube procurava cidades da serra gaúcha para tais atividades. Neste ano chegou a receber propostas, mas o técnico Roger Machado preferiu permanecer na capital gaúcha. 
 
Uma ida à China simbolizaria mais do que apenas um período de trabalhos. O Grêmio poderia fortalecer ainda mais a marca do clube no mercado asiático, um dos objetivos da parceria firmada na formação de jogadores. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos