Uefa investigará briga de torcidas na Euro; Rússia deve sofrer maior pena

Do UOL, em São Paulo

  • Dan Mullan/Getty Images

A Uefa, entidade máxima do futebol europeu, abrirá expediente disciplinar para investigar as brigas entre torcedores ingleses e russos na França, país que recebe a Eurocopa-2016. A informação é da agência de notícias Associated Press, publicada neste sábado (11). 

De acordo com a notícia, a Rússia deverá sofrer pena mais dura, uma vez que foram os russos que partiram para cima dos ingleses dentro do estádio Vélodrome, em Marselha, durante o jogo que terminou empatado em 1 a 1. Não há previsão de quais sanções podem ser aplicadas. 

Os russos, logo depois do apito final, correram em direção aos adversários atirando objetos e furando o bloqueio dos fiscais, na arquibancada localizada atrás de um dos gols. Os ingleses evacuaram o local de forma apressada. 

A violência entre as partes não se restringiu ao ocorrido no Vélodrome. Antes, nas ruas da cidade portuária, os torcedores também entraram em conflito. 

A AP lembra que quando o caso for julgado pelo comitê disciplinar da Uefa, o histórico de violência dos torcedores russos poderá ser levado em conta. Em 2012, a torcida do país do leste europeu atacou agentes de segurança da Polônia, que sediou a edição anterior da competição. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos