Eurocopa sofre mancha por violência, e Uefa tem pressão para punir seleções

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

A cidade de Marselha, na França, foi palco de guerra entre torcedores de Inglaterra e Rússia por três dias. O balanço de mais de 40 feridos, sendo dois em estado grave, mancha a Eurocopa 2016. Os confrontos se estenderam para dentro do estádio Vélodrome e podem até gerar punições para as seleções.

Um porta-voz da Uefa já havia se pronunciado antes da partida lamentando a violência, mas isentando a entidade de responsabilidade ou dever de punições, já que os primeiros confrontos ocorreram fora das imediações do estádio.

"A UEFA estava de mãos atadas. Agora precisa se pronunciar, tomar atitude. A violência já se misturou ao futebol˜, disse a reportagem do Le Monde, o principal jornal francês.

"A Inglaterra, sendo ou não vítima, tem sua responsabilidade. Medidas punitivas precisam ser encaradas˜, frisou o jornal inglês The Guardian.

Uma área de 500 metros quadrados, rodeadas de bares, e com ruas estreitas ao redor foi o palco de uma batalha violenta entre os torcedores ingleses e russos. Um britânico teve parada cardiorrespiratória após ser golpeado com uma barra de ferro na cabeça e está em estado grave no hospital, segundo a Prefeitura de Marselha.

JEAN-PAUL PELISSIER

Pelo Youtube, são dezenas de vídeos pesados, com agressões covardes, com pessoas sendo pisoteadas e linchadas. Os relatos eram de centenas de pessoas sangrando pelas ruas de Marselha na tarde de domingo – os primeiros confrontos começaram já na sexta-feira

Ingleses e russos já provocaram uma histórica briga no mesmo lugar de Marselha em 98, quando houve confronto entre as seleções na Copa do Mundo.

"A polícia francesa dirigiu seu foco para impedir terrorismo durante a Eurocopa. E o que se viu foi violência gerada por pessoas que se dizem fãs de futebol˜, destacou o jornal El Pais, da Espanha.

Até o início da noite de domingo, a polícia contabilizou 11 prisões em Marselha, sendo seis ingleses e cinco russos. Nenhuma delas foi realizada durante o jogo.

AFP PHOTO / LEON NEAL

A invasão inglesa na cidade foi de mais de 20 mil pessoas. Quase metade ficou fora do estádio, já que 10 mil ingressos haviam sido vendidos para ingleses. A polícia britânica havia informado ao policiamento francês de que 3.000 passaporte de torcedores taxados de hooligans foram confiscados. O objetivo era o de impedir a viagem deles para o país sede da Eurocopa.

Os russos carregam a mesma fama de violência, tendo diversas torcidas ultras no país. A partir deste cenário, os relatos das duas imprensas são contrários.

"Os torcedores ingleses disseram que foram encurralados por russos e alvos de agressões enquanto bebiam. Vários russos disseram aos polícias franceses que tinham uma missão contra os ingleses˜, descreveu o jornal inglês The Guardian.

"Duzentos e cinquenta fãs russos foram alvos de um ataque de vários ingleses e foram forçados a fugirem", informou o serviço de notícias russo, Vesti. "Torcedores ingleses começaram a luta, atacando nossos fãs, mas 250 russos de diferentes cantos do nosso país não suportaram e brigaram Todos estavam fortemente bêbados", complementou.

Outra briga

A violência entre torcidas também foi vista na noite de domingo, em Nice, no sul da França. Torcedores das seleções da Polônia e Irlanda do Norte se enfrentaram nas ruas, trocaram agressões e deram trabalho para a polícia controlar a confusão. Segundo a Agência EFE, sete pessoas ficaram feridas.

Os incidentes ocorreram por volta das 23h locais (18h em Brasília) em uma rua no centro da cidade, quando um grupo de cerca de 30 jovens franceses lançaram garrafas contra os norte-irlandeses, que responderam da mesma forma, confirmou à Agência Efe um porta-voz da Prefeitura de Nice, que fica no sul da França. Os policiais tiveram que intervir para conter a briga.

A partida entre Polônia e Irlanda do Norte acontecerá no Allianz Riviera, em Nice, neste domingo, às 13h (de Brasília). As seleções estão no Grupo C, junto com Ucrânia e Alemanha, que duelarão no mesmo dia, às 16h.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos