Uefa ameaça Inglaterra e Rússia de exclusão da Euro após briga de torcidas

Do UOL, em São Paulo

A Uefa informou que Inglaterra e Rússia poderão ser excluídas da Eurocopa caso os torcedores dos dois países sigam causando desordem durante o torneio que está sendo realizado na França.

A entidade também abriu procedimento disciplinar contra a Federação Russa de Futebol pelo distúrbio ocorrido no sábado, depois do empate entre Rússia e Inglaterra por 1 a 1.

Após o apito final, torcedores russos avançaram sobre fãs da seleção inglesa, gerando desordem na arquibancada. No interior do estádio foram encontrados sinalizadores com a torcida russa.

Daniel Dal Zennaro/ANSA/AP
A cidade de Marselha, na França, foi palco de guerra entre torcedores de Inglaterra e Rússia por três dias. O balanço de mais de 40 feridos, sendo dois em estado grave, mancha a Eurocopa 2016. Os confrontos se estenderam para dentro do estádio Vélodrome e podem até gerar punições para as seleções.

Houve agressões dentro do estádio. Em meio a brigas, torcedores corriam desesperados (muitas mulheres e crianças) para se proteger. Muitos pularam para o gramado, temendo serem alvos.

A entidade que controla o futebol europeu considerou que os russos foram os responsáveis pela confusão que resultou em várias pessoas feridas. A Uefa informou que aplicará na terça-feira sanção contra os russos (multa).

"Esse tipo de comportamento é totalmente inaceitável e não tem espaço no futebol", apresentou texto da Uefa.

Em comunicado oficial, a Uefa informou que reavaliará o esquema de segurança nos estádios. O efetivo será aumentado nos próximos jogos da Eurocopa.

Ingleses e russos já haviam se degladiado antes da partida. Um grupo de torcedores russos entrou em conflito com ingleses nas ruas próximas ao estádio Velódrome. Um inglês está em estado grave.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos