Rinaldi defende Dunga, e CBF tem até quarta para definir técnico olímpico

Danilo Lavieri, Guilherme Costa e Guilherme Palenzuela

Do UOL, em Boston (EUA) e no Rio de Janeiro

  • Julio Cesar Guimaraes/UOL

O coordenador de seleções Gilmar Rinaldi atendeu pedido da imprensa e concedeu breve entrevista coletiva em Boston, antes do embarque da delegação para São Paulo, nesta segunda-feira. Rinaldi se mostrou tranquilo, defendeu Dunga das críticas e afirmou que a reunião marcada para esta terça-feira, no Rio de Janeiro, com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, não tratará da possibilidade de demissão do treinador.

"A gente tem uma reunião amanhã para definir, temos uma lista de 35 jogadores para ser entregue ao comitê. Esses 35 são de uma lista de 18 e mais 4 que poderão ser substituídos por lesão durante a olimpíada. Tenho feito muitos contatos, a liberação está difícil com clubes da Europa. A gente tem encontrado um pouco de resistência, amanhã vou passar ao presidente e quarta-feira temos que entregar essa lista ao COI e definir os jogadores da Olimpíada. Comuniquei o presidente que precisaria resolver esses problemas", falou Rinaldi.

"Todas as reuniões são diretas com o presidente, comigo e com o Dunga. Vamos passar o relatório das coisas boas que aconteceram. O objetivo não foi alcançado, não vou aqui arranjar desculpas, não conseguimos, mas vamos ver os fatos positivos. Estamos fazendo um trabalho sério, limpo e transparente. Se alguém tiver alguma ideia, aceitamos ideias de como melhorar. Mas estamos fazendo nosso trabalho. Vou passar todo nosso trabalho ao presidente", completou.

Questionado sobre qual argumento usa para defender a permanência de Dunga depois dos fracassos em duas edições da Copa América e dos resultados ruins na eliminatória para a Copa do Mundo, o coordenador de seleções respondeu:

"Com a certeza de que está fazendo um trabalho bem feito. Discordo um pouco que só tivemos maus resultados, porque tivemos bons resultados contra grandes equipes. Tivemos dois problemas em Copa América, é verdade. Estamos buscando como fazer essas mudanças e melhorar. Temos só uma resposta para dar: estamos muito tristes e podem ter certeza que ninguém dormiu essa noite", disse.

CBF define nesta quarta se inscreve Dunga na Olimpíada
 
A CBF tem até quarta-feira (15) para entregar à organização dos Jogos Olímpicos a lista de 12 membros que farão parte da comissão técnica da seleção brasileira masculina durante o torneio. Assim, a reunião de terça-feira terá de definir necessariamente se Dunga será inscrito como treinador da equipe na competição. A informação foi confirmada ao UOL Esporte por Gilmar Rinaldi, após a entrevista coletiva. 
 
O dirigente não quis responder se deixará o cargo de coordenador de seleções caso Dunga seja demitido por Marco Polo Del Nero. Tampouco cedeu à insistência da imprensa quanto a possibilidade da saída de Dunga, muito pressionado internamente na CBF depois da eliminação histórica na primeira fase da Copa América. 
 
"Essa pergunta tem que ser feita para o presidente. Sou parte da comissão técnica", disse Rinaldi, sobre se poderia garantir que Dunga não será demitido. O coordenador garantiu que em nenhum momento da ligação telefônica tratou com Del Nero sobre a possibilidade de troca de treinador. "Não conversamos sobre isso, não. Liguei para ele, falei que estaríamos amanhã lá para definir situações em conjunto", completou. 
 
Questionado se não aparentava estar muito tranquilo para um momento de possível saída do técnico, Rinaldi disse que sabe o momento que vive na CBF. 
 
"Se eu não fosse tranquilo não poderia ter sido goleiro. Tenho a leitura do momento, sei da dificuldade e do que é ser eliminado na Copa América. Mas sou o comandante aqui e tenho que ter serenidade. Pulso firme, sereno e tranquilo, mas sei da minha responsabilidade", disse. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos