Acomodação de time mexicano motivou acordo de lateral com o Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético MG/Divulgação

    Fábio Santos, lateral esquerdo do Atlético-MG

    Fábio Santos, lateral esquerdo do Atlético-MG

Fábio Santos assinou com o Atlético-MG por três temporadas na tarde desta terça-feira (14). Entretanto, já havia um acerto entre o estafe do jogador e o presidente Daniel Nepomuceno há pelo menos três semanas. Em sua apresentação, ele explicou por que deixou o Cruz Azul, do México, o motivo da demora para a sua chegada e o que espera de sua passagem na Cidade do Galo.

A saída do Estádio Azul se deu por conta da briga com o técnico Tomás Boy. Segundo o novo lateral esquerdo do Galo, o treinador chegava atrasado frequentemente às atividades no Estádio Azul, o que acarretou na acomodação dos jogadores do elenco.

"Eu não briguei nem discuti com ele. Foi mais essa questão de comprometimento que falei. Eu vi acomodação em vários atletas, o treinador chegava atrasado aos treinamentos. Se fosse cômodo para mim, teria ficado lá até hoje, mas é um negócio que estava me incomodando", afirmou.

O acerto entre o atleta e a agremiação mineira ocorreu em 26 de maio passado. Na ocasião, ele já havia dito sim à proposta apresentada por Daniel Nepomuceno. Contudo, só pôde ser anunciado no domingo passado (12). O atleta explica o motivo:

"Demorou porque tinha a questão do Cruz Azul no negócio. Na verdade, o meu problema no Cruz Azul foi com o treinador. Ele falou que não gostaria de trabalhar comigo e eu falei o mesmo. Mas eles queriam me negociar com clubes de dentro do próprio México. Aí eu falei que a partir do momento que o treinador não queria contar comigo, eu queria escolher a equipe que queria jogar. Essa era a grande confusão até eu acertar com o Atlético", declarou.

Por fim, o jogador fez uma previsão de sua passagem pela Cidade do Galo: "Eu acho que tem tudo para formar uma equipe competitiva, treinador bicampeão brasileiro e com uma Copa do Brasil, estrutura excelente para jogador. Mas para pensar nisso, tem ir de jogo em jogo. Temos que sair dessa zona incômoda primeiro", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos