Blogueiros: Dunga tem de sair já e técnico estrangeiro faria bem à seleção

Do UOL, em São Paulo

  • Hector Retamal/AFP Photo

    Dunga está com o cargo ameaçado após a eliminação do Brasil na Copa América

    Dunga está com o cargo ameaçado após a eliminação do Brasil na Copa América

Dunga pode não ser o único (ou principal) culpado pela crise na seleção brasileira, mas a saída do técnico é vista com unanimidade pelos blogueiros do UOL Esporte, que ainda apontam Josep Guardiola como 'o cara' para dar um jeito no time neste atual momento. Veja as respostas dos jornalistas, questionados sobre os seguintes temas:

Dunga merece sair?

Avallone - Não é questão de merecimento. Como não deu certo, ele deveria sair.

Juca Kfouri - Não merecia nem ter entrado.

Júlio Gomes - Sim. Não deveria ter voltado de forma alguma.

Menon- Sim, não deveria ter entrado. Não tem ideias. Para que não o julguemos baseado em alguma antipatia, basta ver o que ele (não) fez nos dois anos em que comanda a seleção.

PVC- Sim. É preciso zerar e devolver a seleção ao país. Não que ele seja culpado de tudo. Não é. Mas está ligado a uma imagem desgastada da CBF, que precisa mudar para começar a reconstrução.

Vitor Birner - Sim. Sequer achou direção para montar o time.  Patina na parte tática e os jogadores rendem menos que nos clubes.

Qual o técnico adequado para a seleção? Alguma aversão a estrangeiro?

Avallone - Não tenho nenhuma aversão a técnico estrangeiro. Sempre defendi a tese de que deveríamos ter mais, pois taticamente nosso futebol está atrasado. Só que, acho que este não é momento... Gosto do Bielsa, Sampaoli, só que não há tempo. Exemplo: Gareca no Palmeiras. Não teve tempo e foi mandado embora. Então acho que esse não é o momento... O momento certo é quando termina uma Copa do Mundo. Poderia ter sido feito isso, depois da saída do Felipão. Neste momento, acho que deveria ser dada uma chance ao Tite. Foi o técnico mais vitorioso no Brasil nos últimos tempos...

Juca Kfouri - O mais adequado seria o Pep Guardiola que Marin não quis. Hoje tanto Tite quanto Cuca fariam muito melhor.

Júlio Gomes - Nenhum nome, brasileiro ou estrangeiro, dará jeito sozinho de forma estrutural no futebol brasileiro. Precisa, quem quer que seja, ter tempo e segurança para fazer o trabalho que não foi feito nos últimos 30 anos. Amaria o resgate de nossa escola com Guardiola ou Sampaoli. Ou até Fernando Diniz, por que não? Qualquer um que coloque um jeito de ver futebol acima dos resultados imediatos. E tenha a segurança para fazê-lo.

Menon - A única solução é um técnico estrangeiro. A médio prazo um que admire os conceitos que fizeram do Brasil o maior vencedor e o dono do mais belo futebol: drible, passe, técnica e acrescente a eles os conceitos táticos modernos: ocupação de espaços, verticalidade, compactação, velocidade, pressão alta etc. A curto prazo, um treinador do estilo Simeone, que melhore muito a força defensiva e o caráter anímico dos jogadores. Um remédio rápido para garantir a classificação à Copa do Mundo.

PVC- Não tenho aversão a estrangeiro, mas o problema não é esse. Se for para ser estrangeiro, tem de ser o melhor: Guardiola ou nada.

Vitor Birner - No Brasil, Cuca ou Tite. Estrangeiros há alguns. Sampaoli, por exemplo, que elevou o padrão do Chile e montou o time com melhor futebol no continente, a Universidad de Chile, continua disponível.  Outros como Guardiola e Ancelotti são inviáveis no momento. De qualquer maneira, é fácil arrumar alguém que agora ofereça melhor rendimento do que Dunga mostra na função. O próprio Jorginho, fundamental na elogiável preparação da equipe competitiva quando foi auxiliar do técnico, tem mais virtudes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos