Onde estão reforços do Palmeiras na era Mattos que não duraram nem 6 meses

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Agência Palmeiras

    Alexandre Mattos já contratou 36 jogadores para o Palmeiras em dois anos

    Alexandre Mattos já contratou 36 jogadores para o Palmeiras em dois anos

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, chegou ao clube no início da temporada 2015 com a missão de reformular o clube após campanha pífia no Campeonato Brasileiro de 2014, quando salvou-se do rebaixamento apenas na última rodada após o Santos derrotar o Vitória.

Em sua primeira temporada pelo clube, Mattos assegurou a chegada de 24 atletas. Com a reformulação, o Palmeiras conseguiu fazer boa campanha no Campeonato Brasileiro, chegou à final do Campeonato Paulista, sendo derrotado pelo Santos, e conquistou a Copa do Brasil, dando o troco no rival paulista.

Já na temporada 2016, com a disputa da Copa Libertadores em vista, o dirigente apostou em contratações pontuais para reforçar o elenco. Com isso, chegaram mais 12 atletas que brigariam por vaga na equipe alviverde.

Todavia, dentre as 36 contratações feitas pelo dirigente, nem todas deram certo. Enquanto alguns jogadores se firmaram e assumiram condição de ídolos da torcida, como Vitor Hugo e Dudu, outros sequer emplacaram mais de seis meses vestindo a camisa do Palmeiras e já foram negociados com outros clubes.

Confira os atletas que não duraram nem seis meses no clube paulista:

Alan Patrick

Julia Chequer/Folhapress
Alan Patrick teve passagem apagada pelo Palmeiras

Alan Patrick despontou para o futebol brasileiro como um talentoso meio-campista das categorias de base do Santos. Após destacar-se no futebol nacional, foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em junho de 2011. Em dois anos atuando pelo clube ucraniano, Alan não se firmou e acabou emprestado para o Internacional.

Após outros dois anos atuando pelo clube gaúcho, Alan Patrick não conseguiu repetir as boas atuações e seria devolvido ao clube ucraniano. Entretanto, o Palmeiras entrou na negociação e assegurou sua chegada em 19 de janeiro de 2015.

Contratado para ser o meio-campista que faltava no elenco, já que Valdivia convivia com lesões e ainda não havia chegado a um acordo para renovar seu contrato, Alan Patrick decepcionou e deixou o clube apenas quatro meses após sua chegada, acertando sua transferência para o Flamengo, em uma negociação que resultou na chegada de Alecsandro ao elenco alviverde. Ao todo, foram 12 jogos pelo Palmeiras e nenhum gol marcado.

Ryder Matos

Reprodução/Instagram
Ryder Matos realizou apenas três jogos com a camisa do Palmeiras

O jovem atleta de 23 anos despontou para o futebol com a alcunha de ser o "Messi brasileiro". Contratado ainda jovem pela Fiorentina, Ryder foi emprestado para diversos clubes para ganhar rodagem e voltar mais maduro ao clube italiano. Uma das equipes a receber o jovem talento foi o Palmeiras, que assegurou sua contratação em janeiro de 2015.

Entretanto, Ryder teve passagem apagada pelo clube alviverde e, após apenas três jogos, acertou a rescisão contratual amigável em 6 de julho. O atleta voltou ao futebol europeu, foi emprestado para o Carpi, que disputava a segunda divisão italiana, onde permaneceu até o final da temporada. Atualmente, defende a Udinese, que conseguiu salvar-se do rebaixamento na reta final da última edição do Campeonato Italiano.

Régis

Reprodução/Instagram
Régis não conseguiu se firmar com a camisa alviverde

O meio-campista Régis chegou ao Palmeiras no início de 2016 após realizar boa campanha com a camisa do Sport. Formado nas categorias de base do São Paulo, o atleta chegou para ser opção ao meia Cleiton Xavier, que convive com lesões desde seu retorno da Ucrânia.

Entretanto, o atleta de 23 anos não conseguiu repetir as boas atuações que o levaram a marcar oito gols no Campeonato Brasileiro do ano passado e teve seu empréstimo repassado ao Bahia após passar dias treinando separado do elenco.

Leandro Pereira

Rivaldo Gomes/Folhapress
Leandro Pereira deixou o Palmeiras quando atravessava melhor momento no clube

O atacante Leandro Pereira foi contratado para suprir a saída de Henrique, que não acertou sua permanência no clube alviverde após ser o principal goleador da equipe na fraca campanha do Campeonato Brasileiro de 2014.

Sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira, Leandro Pereira demorou a ter chances na equipe titular, já que o argentino Cristaldo vinha tendo boas atuações. Contudo, o atleta conquistou seu espaço e foi importante na reta final do Campeonato Paulista e no início do Brasileiro.

Mas, mesmo tendo ficado pouco tempo a mais do que os casos anteriores, após pouco mais de oito meses no clube paulista, Leandro Pereira recebeu proposta do Club Brugge, da Bélgica, e acertou sua transferência para o futebol europeu, encerrando sua passagem pelo clube alviverde com 28 jogos e nove gols marcados. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos