Islândia surpreende Portugal e arranca empate no fim da 1ª rodada da Euro

Do UOL, em São Paulo

Em sua primeira Eurocopa, a Islândia protagonizou uma das zebras da primeira rodada desta edição da competição. No Stade Geoffroy Guichard, em Saint-Etienne, a seleção escandinava arrancou o empate por 1 a 1 com Portugal de Cristiano Ronaldo no primeiro jogo de ambos os times na competição, realizado nesta terça-feira (14).

O resultado deixa Portugal e Islândia empatados na segunda posição do Grupo F da Euro com um ponto, dois atrás da líder Hungria, que bateu mais cedo a lanterna Áustria por 2 a 0 no primeiro jogo da chave no dia.

Cristiano Ronaldo estabelece recorde em dia discreto

Maior astro da Eurocopa 2016, o camisa 7 português igualou uma marca histórica nesta terça-feira ao atingir 127 jogos com a camisa de sua seleção portuguesa, igualando Luis Figo como recordista do país. No jogo, o atacante do Real Madrid foi discreto para um jogador do seu status. Ele apareceu para jogar, mas não foi quando teve a bola nos seus pés, arriscando chutes de longe que foram bloqueados por marcadores e dando pouco trabalho ao goleiro Halldorsson.

Quem foi bem: Nani vai bem como atacante mais avançado

Portugal jogou sem centroavante, como havia feito com muito sucesso contra a Estônia no último amistoso antes da Eurocopa. Nani foi o jogador de frente mais avançado e desempenhou bem o papel, aparecendo com o oportunismo para finalizar dentro da área - qualidade que não lhe é característica. O jogador do Fenerbahçe só não fez mais de um gol porque Halldorsson teve uma atuação segura, com uma defesaça em uma cabeçada de Nani no primeiro tempo.

Michael Steele/Getty Images

Quem decepcionou: Vieirinha é buraco na defesa portuguesa

Meio-campista de origem, Vieirinha é lateral direito no seu clube, Wolfsburg, e também na seleção portuguesa. No entanto, suas deficiências defensivas ficaram latentes nesta terça-feira, quando a Islândia explorou seu lado do campo para criar suas chances mais perigosas, inclusive o gol de empate.

O jogo de Portugal: domínio com falhas

Vulnerável na defesa inicialmente, a seleção portuguesa foi aos poucos se aclimatando na posição de favorita do jogo e dominou a Islândia. Únicos jogadores de frente da equipe, Cristiano Ronaldo e Nani tiveram boas chances de abrir o placar, mas pararam em Halldorsson. Depois de insistir um pouco, Nani venceu o camisa 1 após cruzamento rasteiro de André Gomes e abriu o placar aos 30min. Apesar de controlar o jogo, Portugal esteve distraído na marcação, especialmente na lateral direita com Vieirinha. Foi por lá que sugiram as principais oportunidades da Islândia, inclusive o gol de empate.

Clive Brunskill/Getty Images

O desempenho da Islândia: estreante ousado

A pequenina Islândia, de apenas 323 mil habitantes, foi o menor país a se classificar a uma grande competição futebolística de seleções. Estreando na Eurocopa, a equipe mostrou ousadia, partindo para cima de um adversário mais rodado no início, nas vezes que teve a bola. Conforme o tempo passou, o ímpeto islandês diminuiu e a seleção se conteve em ficar na defesa. Com essa postura, Portugal assumiu o controle e passou a pressionar, até sair na frente. A situação era a mesma na etapa complementar, até que Vieirinha cochilou na marcação e Bjarnason aproveitou cruzamento para marcar belo gol de primeira aos 5min.

Islândia chama atenção com dupla de técnicos

Já viu dois técnicos treinando um time? Pois a Islândia que disputa essa Euro possui essa peculiaridade. O sueco Lars Lagerbäck e o islandês Heimir Hallgrímsson são os dois comandantes dos islandeses, repetindo o que Lagerbäck fez na Copa de 2002 com a Suécia. Naquela ocasião, ele dirigiu o outro país escandinavo em dupla, com o compatriota Tommy Söderberg.

FICHA TÉCNICA

Portugal 1 x 1 Islândia
Data: 14/6/2016
Local: Stade Geoffroy Guichard, Saint-Etienne (França)
Hora: 16h  (de Brasília)
Gols: Nani, 31' do primeiro tempo (Portugal); Bjarnason, 5' do segundo tempo (Islândia)

Portugal: Rui Patrício, Vieirinha, Pepe, Ricardo Carvalho e Raphael Guerreiro; João Moutinho (Renato Sanches), Danilo, João Mário (Quaresma) e André Gomes (Éder); Cristiano Ronaldo e Nani. Técnico: Fernando Santos.

Islândia: Halldorsson, Saevarsson, R. Sigurdsson, Gudmundsson (E. Bjarnason), Bjarnason, Sigthorsson (Finnbogason), G. Sigurdsson, Arnason, Bodvarsson, Gunnarsson, Skulason. Técnico: Lars Lagerbäck e Heimir Hallgrímsson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos