Uefa diz que desclassificará Rússia da Euro em caso de novas confusões

Do UOL, em São Paulo

A Rússia recebeu uma advertência nesta terça-feira (14) por conta das brigas de torcedores do país no sábado (11) antes e durante a partida contra a Inglaterra, pela primeira fase da Euro, em Marselha. 

A Uefa advertiu o país por conta da confusão dentro do estádio Vélodrome. A Rússia ainda terá de pagar multa de 150 mil euros (R$ 522,5 mil) por conta de distúrbio, uso de fogos de artifícios e comportamento racista. A entidade europeia alerta que em caso de novas confusões nos palcos dos jogos, a seleção será excluída do torneio. 

REUTERS/Robert Pratta
"A seleção será suspensa se incidentes como o de sábado (11) se repetirem dentro dos estádios durante toda a participação da Rússia no torneio", diz o comunicado da Comissão Disciplinar da Uefa.

A decisão da Uefa sai no mesmo dia em que o primeiro-ministro da França, Manuel Valls, anunciou que 50 torcedores serão deportados da França após confrontos violentos no início da Euro 2016. Alguns torcedores "serão deportados porque algumas pessoas não podem ficar em território nacional", disse. 

Antes do anúncio da Uefa, o porta-voz russo Dmitry Peskov do presidente Vladimir Putin lamentou os fatos. "A lei foi violada pelos torcedores de vários países, que foram para Marselha e outros lugares. É absolutamente inaceitável e nós esperamos que os cidadãos russos respeitem as leis do país. Infelizmente muitos torcedores participaram da confusão, lamentavelmente, russos estão inclusos", disse. 

Torcedores ingleses e russos protagonizaram cenas de batalha campal no último sábado (11) em Marselha, pouco antes do início da partida entre suas seleções pela primeira rodada do Grupo B da Eurocopa. Seis pessoas foram presas. Quatro ficaram feridas e um homem inglês, segundo o delegado Laurent Nunez, está "entre a vida e a morte".

O confronto ocorreu na região portuária da cidade francesa, onde estão localizados vários bares e restaurantes e continuou dentro do estádio Vélodrome, em Marselha.

Torcedores russos serão deportados: 

 A imprensa internacional informa que a polícia francesa rendeu 50 torcedores russos que iam para Lille, na França, nesta terça (14), para partida da seleção.

Entre os torcedores que estão sob custódia da polícia e devem ser deportados está Alexander Shprygin, coordenador dos torcedores.

Alguns torcedores que estavam dentro do ônibus vestiam camisetas com os dizeres "Os russos não se renderão".

Segundo Alexander, a polícia francesa está deportando "as pessoas erradas". "Eles querem deportar quase 50 pessoas, incluindo mulheres, que não participaram de nada. A polícia está fazendo isso por conta dos erros que cometeram três dias atrás. Nós estávamos indo para Lille, na cidade de Cannes, e eles bloquearam a estrada com policiais armados. Não vamos a lugar algum por enquanto e estamos esperando a embaixada russa", completou ao jornal Daily Mail. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos