China tenta levar Gabigol pagando R$ 214 mi pela multa e R$ 6 mi de salário

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • BRUNO KELLY/REUTERS

    Gabriel rejeita a China e sonha em jogar no PSG, da França, que também fez proposta

    Gabriel rejeita a China e sonha em jogar no PSG, da França, que também fez proposta

Os chineses do Hebei Fortune não desistiram de Gabigol, mesmo após o jogador avisar que pretende jogar na Europa. O UOL Esporte apurou entre o estafe do atleta, que o clube chinês, agora, está disposto a pagar o valor acima da multa rescisória, estipulada em 50 milhões de euros. Eles ofereceram 5 milhões de euros a mais.

Sendo assim, o valor total da transação giraria em torno de 55 milhões de euros (R$ 214 milhões). O Santos ficaria com cerca de R$ 85 milhões, pois detém 40% dos direitos econômicos de Gabriel. O restante pertence ao próprio jogador (40%) e a Doyen Sports (20%).

Além disso, os chineses subiram a oferta salarial de R$ 5 milhões para R$ 6,2 milhões por mês. Tudo isso para convencer o atacante da seleção brasileira a jogar na China por cinco anos e esquecer o futebol europeu.

A proposta foi enviada ao estafe do jogador e ainda não foi repassada ao Santos. Isso porque os chineses ainda tentam convencer o atleta.

Gabigol ainda sonha em jogar na Europa. O atacante ficou animado mesmo com a proposta do PSG, da França, revelada pelo UOL na última terça-feira. Os valores financeiros são bem inferiores, mas o estafe do atleta alega que o clube francês é um sonho do santista.

O problema é que o Santos rejeitou a proposta do PSG, de 30 milhões de euros (R$ 117 milhões), e pediu 40 milhões de euros (R$ 157 milhões), no mínimo, para liberar o seu jogador. Para desanimar o camisa 10, os franceses já avisaram que não pagarão a contraproposta.

O Santos subiu em 10 milhões de euros o preço para negociar o atacante da seleção brasileira depois de Wagner Ribeiro, empresário do atleta, revelar que o Santos aceitava negociar o jogador por 30 milhões de euros no mês passado.

O agente de Gabriel confirma a informação da proposta, mas esconde o clube. Segundo ele, o 'grande time' interessado da Europa já busca outro atacante no mercado do futebol após a recusa do Santos.

"Não posso falar muito, pois existe sigilo, um termo de confidencialidade, mas a proposta eu entreguei nas mãos do presidente (Modesto Roma). Existe a proposta, mas não posso te falar o país, pois vocês (imprensa) vão saber o clube. O presidente do Santos pediu mais e, por isso, esfriou. Já até venceu. Eles querem outro centroavante", afirmou Wagner Ribeiro ao UOL Esporte.

Gabriel foi um dos poucos atletas da seleção brasileira que ganhou notoriedade na Copa América Centenário, nos Estados Unidos, onde o Brasil não passou da primeira fase e 'provocou' a demissão do técnico Dunga. O atacante santista começou como reserva, fez gol na goleada contra o Haiti por 7 a 1 e terminou a competição como titular. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos