Em jogo de homenagens, EUA vencem Equador e chegam às semis da Copa América

Do UOL, em São Paulo

Os Estados Unidos garantiram nesta quinta-feira a primeira vaga para as semifinais da Copa América Centenário. Jogando em Seattle, a equipe do técnico Jürgen Klinsmann derrotou o Equador por 2 a 1 e passou por seu compromisso nas quartas de final. A seleção sul-americana está eliminada.

A partida foi marcada por homenagens às 50 vítimas fatais do ataque à boate Pulse, em Orlando, no domingo. Antes do pontapé inicial, as duas equipes – e todo o estádio – respeitaram um minuto de silêncio. Em campo, o capitão da seleção dos EUA, Michael Bradley, utilizou uma braçadeira nas cores do arco-íris, símbolo internacional dos movimentos LGBT.

Ted S. Warren/AP Photo
Respeito: Michael Bradley, capitão dos EUA, usou braçadeira com as cores do arco-íris

Classificados, os norte-americanos esperam agora o vencedor do duelo Argentina x Venezuela, que se enfrentam no sábado (18), em Foxborough. O jogo das semifinais acontece na próxima terça-feira (21), em Houston.

Jogada ensaiada e gol de Dempsey

Os donos da casa tiraram o zero do placar aos 22 min do primeiro tempo. Em jogada pela esquerda, Bobby Shou Wood foi à linha de fundo e tocou para trás; Jermaine Jones cruzou na área e o veterano Clint Dempsey subiu na segunda trave para cabecear para o gol.

Dempsey de novo (ou quase)

No segundo tempo, os dois times atuaram com um a menos - Jermaine Jones e Luis Valencia foram expulsos logo aos 6 min da etapa final. Mesmo assim, foram os EUA que aproveitaram: aos 21 min, Dempsey entrou na área pela esquerda e, mesmo trombando com a marcação, rolou de lado na saída de Alexander Dominguez; Gyasi Zardes apareceu no pé da trave e, para garantir, empurrou para as redes.

Jason Redmond/AFP Photo
Gyasi Zardes comemora segundo gol dos EUA com Clint Dempsey

Tarde demais

A resposta equatoriana veio rápida, mas tarde: aos 29 min, em cobrança de falta ensaiada pela direita, Michael Arroyo recebeu na entrada da área e chutou forte para descontar. Nos acréscimos, os sul-americanos ainda pressionaram em busca do empate, mas sem sucesso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos