Goleiro ataca de cupido no Cruzeiro e ajuda zagueiro com cantora gospel

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Reprodução Instagram

    Camila Campos (à esquerda) e Léo se encontram com o ex-zagueiro Gilmar e a cantora Aline Barros

    Camila Campos (à esquerda) e Léo se encontram com o ex-zagueiro Gilmar e a cantora Aline Barros

Cupido é o Deus do Amor. Ele era o responsável por unir casais de humanos e deuses na Roma antiga. Os seus instrumentos sempre foram o arco e a flecha, conforme retratado em desenhos e filmes. Todavia, no Cruzeiro, o responsável por unir os amores utiliza luvas e tem outra função: defender o gol de finalizações adversárias.

Fábio não é um líder apenas dentro das quatro linhas. Capitão do time desde a passagem de Adilson Batista pela Toca da Raposa II, ocorrida entre 2008 e 2010, o dono da camisa 1 foi quem juntou o zagueiro Léo, companheiro de elenco, e a esposa Camila Campos.

O casal se conheceu por meio do goleiro e de Sandra Maciel, sua cônjuge. Adepto de uma religião evangélica, o quarteto frequenta um templo no bairro da Lagoinha, região Noroeste de Belo Horizonte.

Léo ia à igreja, no período em que era solteiro, acompanhado dos amigos de profissão. Entre eles, o goleiro do Cruzeiro. Em uma de suas idas ao local, a esposa do arqueiro lhe apresentou a mulher que se tornou o amor de sua vida: a cantora gospel Camila Campos.

"Conheci minha esposa por meio da igreja. Tínhamos alguns amigos em comum e acabamos nos conhecendo. A Camila sempre foi muito amiga do Fábio e da Sandra (Maciel, esposa de Fábio). Foi por meio deles que eu a conheci. A Sandra e o Fábio que ajeitaram. Dá para dizer que eles são os nossos cupidos (risos)", conta Léo ao UOL Esporte.

O namoro engatilhado por Fábio e Sandra se tornou matrimônio em dezembro de 2013, logo após a conquista do Campeonato Brasileiro. Embora o atleta tenha nascido em Belo Horizonte, a cerimônia ocorreu em São Paulo.

A parceria com a esposa transcende o cotidiano e já foi levada até para o ramo empresarial. O defensor, no período em que esteve lesionado, auxiliou Camila Campos na gravação de seu primeiro CD. O álbum, voltado para o pop rock religioso, foi produzido por Rick Bonadio, proprietário do estúdio Midas, um dos maiores do país no gênero musical.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos